CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

ASSISTANCE: PROTEÇÃO VEICULAR COM CARRO RESERVA E REBOQUE LIVRE -  (73) 98158-5607 

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

SENADO AMERICANO ABSOLVE TRUMP EM JULGAMENTO DE IMPEACHMENT E ELE FICA NO CARGO


Resultado de imagem para trump"
Donald Trump se tornou nesta quarta-feira (5) o terceiro presidente dos EUA a ser absolvido pelo Senado em um processo de impeachment aprovado pela Câmara. Desta forma, ele não será afastado da presidência.
Ele é o primeiro, no entanto, a passar por isso enquanto tenta se reeleger ao cargo.
Trump era acusado de abuso de poder e obstrução ao Congresso (leia mais sobre as acusações abaixo) e foi absolvido pelos votos de 52 senadores na primeira acusação (contra 48) e por 53 votos (contra 47) na segunda. Para que fosse condenado, ele teria que ser considerado culpado por pelo menos dois
terços dos senadores (67 dos 100).
Senado americano vota processo de impeachment de Trump — Foto: NBC
A absolvição está longe de ser uma surpresa. Desde que o processo foi anunciado - e antes mesmo de ser aprovado pela Câmara, em 18 de dezembro - a bancada do Partido Republicano, que ocupa a maioria do Senado, com 53 membros, afirmava que votaria para que ele não fosse condenado.
A única exceção entre os republicanos foi o senador Mitt Romney, candidato do partido à presidência em 2008 e 2012, que votou pela condenação de Trump por abuso de poder (mas contra por obstrução ao Congresso).
"O presidente é culpado de um abuso chocante da confiança pública", disse Romney em um discurso no Senado. "Corromper uma eleição para se manter no poder talvez seja a violação mais abusiva e destrutiva do juramento ao cargo de alguém que eu possa imaginar", acrescentou.
Após a divulgação do resultado, Trump postou em seu perfil um vídeo com uma montagem, na qual aparece acima de uma placa de campanha com seu nome e vários anos no futuro. Os números são acelerados, dando a ideia de que ele será eternamente candidato ou presidente.

Julgamento
Embora tenha recebido o processo da Câmara no dia 16 de janeiro, o Senado começou realmente o julgamento na semana seguinte, no dia 21. Tanto a acusação quanto a defesa tiveram um período de 24 horas cada, divididas em três sessões, para apresentar seus argumentos.
Em seguida, foi realizada uma etapa de perguntas e respostas e, em uma votação no dia 31 de janeiro, foi rejeitada a proposta de convocação de novas testemunhas, o que teria prolongado o julgamento.
O impeachment de Donald Trump foi aprovado pela Câmara em 18 de dezembro, e ele se tornou o terceiro presidente do país a passar pelo processo. Nos dois casos anteriores , os acusados também foram absolvidos no Senado.

FONTE: G1

4 comentários:

  1. Viva Bolsonaro, viva Trump

    ResponderExcluir
  2. Pilantras igualmente os senadores corruptos safados brasileiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkk, valeu idiota! Bela tentativa.

      Excluir
    2. Vai chorar na Lapa ou melhor em Cuba ou na Venezuela

      Excluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK