CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

DISK GÁS: 77-98119-1906 (FONE/ZAP)

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

AMEAÇA DE ESTUPRO E ASSASSINATO DA MÃE ASSUSTOU JEAN WYLLYS E O OBRIGOU A RENUNCIAR - POLICIA FEDERAL INVESTIGA AS AMEAÇAS.

“Vamos sequestrar a sua mãe, estuprá-la, e vamos desmembrá-la em vários pedaços que vamos te enviar pelo Correio pelos próximos meses."
Um e-mail apócrifo com destino aos assessores. Foi dessa forma que duas horas após a publicação, na última quinta-feira (24), da entrevista que anunciava a renúncia ao seu terceiro mandato como deputado federal e sua saída do Brasil devido às ameaças de morte que recebia, que Jean Wyllys (PSOL), recebeu a seguinte mensagem:
“Nossa dívida está paga. Não vamos mais atrás de você e sua família, como prometido. Mesmo após quase dois anos, estamos aqui atrás de você e a polícia não pôde fazer para nos parar”.
Transportado por dois carros blindados e três agentes federais, desde março de 2018 o deputado recebe escolta policial. Entretanto, é desde 2011, quando assumiu seu primeiro mandato, que recebe ameaças. Foi em dezembro de 2016 que o deputado diz ter recebido a mensagem que mais lhe assustou. Com o título
“bichona”, o texto do e-mail dizia: “Você pode ser protegido, mas a sua família não. Já pensou em ver seus familiares estuprados e sem cabeça?”.
Poucos dias depois, o mesmo remetente enviou a Wyllys e seus irmãos endereços e placas de carro dos membros da família. Mas as ameças não pararam por aí. Em 15 de março de 2017, o deputado recebeu mais um e-mail, desta vez, com seus dados pessoais, endereço, placa de seu veículo, nomes de seus familiares e para intimidá-lo, informações de como elaborar explosivos:
“Eu vou espalhar 500 quilos de explosivo triperóxido de triacetona, explosivo tão perigoso e potente que é chamado de mãe de Satan pelos terroristas do Estado Islâmico. […] Se vocês duvidam que tenho capacidade para fazer isto, apenas vejam como é fácil produzir o explosivo”.  A mãe do deputado também sofreu ameaças na mesma mensagem:
“Vamos sequestrar a sua mãe, estuprá-la, e vamos desmembrá-la em vários pedaços que vamos te enviar pelo Correio pelos próximos meses. Matar você seria um presente, pois aliviaria a sua existência tão medíocre. Por isso vamos pegar sua mãe, aí você vai sofrer”.
Em entrevista à reportagem do jornal O Globo, que revelou estas e outras ameaças, um dos assessores do deputado afirma que o endereço de IP do dispositivo que disparou esta mensagem é da Califórnia, nos EUA. Outro assessor do deputado confirmou a Carta Capital a veracidade de todas as mensagens publicas. Segundo o assessor, todas elas mensagens estão em posse da Polícia Federal, que já abriu cinco investigações sobre esses conteúdos.
Na entrevista, o deputado conta que desde o assassinato da colega de partido, Marielle Franco, em março de 2018, saía pouco de casa e sempre com o objetivo de cumprir compromissos do trabalho. A assessoria do deputado revelou também que em 20 de março de 2018, durante o ato ecumênico que marcou os sete dias do assassinato da vereadora, ele recebeu uma mensagem que sabiam onde ele estava e que “deveria tomar cuidado porque seria o próximo”.
A Polícia Federal confirmou que parte das ameaças que Jean recebia partiram da quadrilha de Marcello Valle Silveira Mello, que havia sido preso em maio de 2018 pela Operação Bravata, condenado por associação criminosa, divulgação de imagens de pedofilia, racismo, coação, incitação ao cometimento de crimes e terrorismo cometidos na internet.
Em 2012, Marcello já havia sido investigado pela Polícia Federal na Operação Intolerância, por realizar postagens incitando o ódio contra negros, judeus, mulheres, homossexuais e nordestinos. Ele era um dos principais agressores online de Dolores Aronovich, famosa ativistas feministas do país.
Segundo a assessoria do deputado, na época da investigação da Operação Tolerância, a Câmara dos Deputados havia flagrado que a quadrilha a que Marcello pertencia havia estado nas dependências do anexo 4 do Congresso Nacional com o objetivo de testar e conhecer a segurança do local. A assessoria reforça a gravidade das ameaças a Jean a partir de um caso que veio a público:
Em outubro de 2018, André Luiz Gil Garcia, de 29 anos, rapaz que fazia parte da quadrilha, atirou contra uma moça em Penápolis (SP) e fugiu. Ao ser encontrado pela Polícia Militar, se matou, tendo atirado contra o próprio peito. A cantora Simony e a neta da apresentadora Monique Evans também já haviam sido ameaçadas por membros da quadrilha.
“Vou te matar com explosivos”, “já pensou em ver seus familiares estuprados e sem cabeça?”, “vou quebrar seu pescoço”, “aquelas câmeras de segurança que você colocou não fazem diferença” foram algumas das ameaças que o deputado recebeu.
No mesmo mês, Jean recorreu a Comissão Interamericana de Direitos Humanos relatando as ameaças sofridas e a ausência de medidas protetivas do Estado brasileiro. A Comissão chegou a se manifestar em favor do deputado, mas não o cerceou de alternativas.
Quem assume o mandato de Jean Wyllys é seu suplente, David Miranda (PSOL), vereador pelo Rio de Janeiro desde 2016. David, que assim como Jean, é LGBTI, se manifestou nas redes sociais na tarde da última quinta-feira (24) defendendo o colega de partido e rebatendo a um tweet do presidente Jair Bolsonaro.

com informações:
Thais Chaves
Carta Capital

33 comentários:

  1. Respostas
    1. Que horror!
      Que país é este onde um parlamentar vive a mercê de bandidos?
      Só o que faltava era o retrocesso do exílio!

      Excluir
    2. Eles criaram , eles aguentam.

      Excluir
  2. A grande verdade é que Jean Wyllys FUGIU do Brasil mas, por outro motivo mais importante.

    As investigações da Polícia Federal sobre a tentativa de assassinato de BOLSONARO estão indo em direção a ele.

    Adélio Bispo, o quase assassino, visitava constantemente o gabinete de Jean Wyllys em Brasília, e também os gabinetes de Maria do Rosário e de Manuela D´Ávila, os três nutriam ÓDIO MORTAL contra BOLSONARO.

    Quando o Adelio Bispo estava em Juiz de Fora (MG) dando uma facada em Bolsonaro, no mesmo instante, misteriosamente, alguém registrou a entrada e presença de Adelio Bispo na Câmara Federal.

    Por qual motivo alguém faria isso forjar um álibi, se não fosse tudo premeditado?

    A ideia era que Adelio Bispo escapasse da multidão, sumindo pela confusão na hora do atentado, e ele diria que nem esteve em Juiz de Fora, e sim no prédio da Câmara Federal (diria que teria sido alguém parecido com ele). Mas, deu azar, porque foi detido e não conseguiu escapar para usar o álibi previamente forjado. (dizem que foi o petista José Dirceu o mentor desse plano diabólico, junto com Jean Wyllys).

    Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, se recusou a revelar quem foi que registrou a presença de Adélio no prédio da Câmara, só para proteger seu colega deputado federal. Na época do atentado Rodrigo Maia era adversário político contra Bolsonaro, atualmente é parceiro, por isso as investigações estão avançando.

    Jean Wyllys fugiu logo do Brasil porque o seu foro privilegiado terminará nos próximos dias, em 31 de Janeiro, então ele seria preso no dia 01 de Fevereiro, já que os novos deputados não têm mais o foro privilegiado. Essa informação vazou até chegar a Jean Wyllys que foi aconselhado a fugir logo do Brasil antes do final deste mês.

    Para que ele não fugisse como mandante do assassino, foi bolado a ideia de que ele estaria saindo por ameaça de morte, quando na realidade ele está fugindo para não ser preso por ser o mandante do quase assassinato de BOLSONARO.

    Ao invés de ser considerado um bandido, Jean Wyllys está sendo visto como herói pela mídia esquerdista.

    ResponderExcluir
  3. O que ele mais quer é ser estrupado kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Efeito Bolsonaro. Esse é o Brasil que os fanáticos querem,Brasil da censura,Brasil da intolerãncia, Brasil da arrogância. O Brasil já vive em estado de regime militar. Logo logo começarão as ações.

    ResponderExcluir
  5. Curioso. Ele nunca recebeu ameaça antes!!!!

    ResponderExcluir
  6. Que coragem esses cara tem estrupar a veia,Tá doido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IDIOTA! IMBECIL! ESTÚPIDO! CAFAJESTE! PILANTRA!
      Deixa um desses demônios estuprar a sua mãe pra você entender , miserável, que pra quem reconhece e valoriza, a MÃE é a maior referência de um filho. Sem noção! Fazer chacota com a dor alheia mostra o tipo ruim de caráter que vc tem.
      Publica meu comentário viu Botino!

      Excluir
  7. Que coragem esses cara tem estrupar a veia,Tá doido.

    ResponderExcluir
  8. Isso aí é pura jogada dele, ele tá querendo sair de vitima

    ResponderExcluir
  9. Quando vcs descobrirem o verdadeiro motivo,não vão ficar com peninha,politicagem barata!!!

    ResponderExcluir
  10. Quando vcs descobrirem o verdadeiro motivo,não vão ficar com peninha,politicagem barata!!!

    ResponderExcluir
  11. Ele tá é fugindo de alguma. sabe que já já a bomba explode

    ResponderExcluir
  12. isso é uma cartada de mestre,as investigações revelarao a verdade,esse Jean é um picareta isso tudo é teatro.

    ResponderExcluir
  13. do alto de sua insignificância política, essa foi a única forma que ele achou pra chamar a atenção. Se ele tá sendo ameaçado. ele sabe o q ele fez e com quem tá se envolvendo

    ResponderExcluir
  14. Esse rapaz so plantou espinhos..aranjou inimigos..espera o que? Nunca fez nafa de util..que suma..desapareca pra sempre.. verme comunista

    ResponderExcluir
  15. Ja vai tarde, grande coisa tomara que não volte nunca mais!

    ResponderExcluir
  16. Se continuar assim daqui uns dias nao muito tempo estaremos vivendo a mesma situação de Israel islã e todos os outros países em guerra ! Aqui bandido e autoridades envolvidas com o crime São uma arma pronta pra destruir uma nação , nao estouem defesa do deputado Federal e sim da vida pois o que está acontecendo com ele acontece dia e noite em todos os Estados e municípios brasileiros com pessoas menos favorecidas e até com pessoas ricas e no final as coisas acontecem e nada mais pode ser feito pois depois que SE perde a vida JÁ era falo por várias crianças estupradas e mortas sem mais nem menos ai tal facção vai mata o que estuprou mas eai problema resolvido ? N por que na maioria das vezes os próprios marginais fazem isso todo dia e toda hora .esse é o Brasil que vivemos

    ResponderExcluir
  17. ESSA DESGRAÇA VAI PRO URUGUAI, PORQUE NÃO VAI PRA VENEZUELA JÁ QUE ELE DEFENDE TANTO O REGIME DE MADURO...

    ResponderExcluir
  18. Esse cara é um merda,um lixo humano.

    ResponderExcluir
  19. ele vai é pra cadeia

    ResponderExcluir
  20. Demorou muito!!! Leva todos os petistas com você tbm !!!

    ResponderExcluir
  21. Que nada, ele ta é com medo pq ta com o nome sujo e vai ser investigado kkkkk vai embora com medo da cadeia.

    ResponderExcluir
  22. Esse merda está com medo de ser preso por tentativa de assassinato, deve estar com o ego lá embaixo já que vivia cantando de bom e sempre insultando Bolsonaro. É um safado, mas ela será presa pode crer.

    ResponderExcluir
  23. Já vai tarde!!!...Seu "rodeira", queima na ré, pederasta....Vá queimar sua rosquinha longe daqui...onde cê bem entender....seu chupeta!

    ResponderExcluir
  24. Nossa cada m**** aqui no Brasil acontece ainda mais com uma senhora de idade gente que é isso as pessoas não têm mais respeito mais mas isso deve ser pessoas que não é que ele estava envolvido porque na verdade o comando é comandado né pelos grandes não pelos pequenos né quando sabe demais eles mandam matar tortura na igual torturou a mãe a mãe tortura os pais mãe irmão filho né então que ridícula Brasil nossa verdade não é só o Brasil não na Europa é a mesma m****

    ResponderExcluir
  25. Nossa cada m**** aqui no Brasil acontece ainda mais com uma senhora de idade gente que é isso as pessoas não têm mais respeito mais mas isso deve ser pessoas que não é que ele estava envolvido porque na verdade o comando é comandado né pelos grandes não pelos pequenos né quando sabe demais eles mandam matar tortura na igual torturou a mãe a mãe tortura os pais mãe irmão filho né então que ridícula Brasil nossa verdade não é só o Brasil não na Europa é a mesma m****

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK