CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

PRESA TRANSEXUAL DE CAATIBA QUE ARRANCOU PRÓTESE DE COLEGA A FACADAS EM CONQUISTA

Sudoeste Digital - A polícia civil de Conquista cumpriu mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça e prendeu WILLIAM SILVA GOMES, nome de batismo da transexual PRISCILA , natural de Caatiba. A prisão ocorreu na manhã desta sexta-feira, na casa do namorado dele, no Bairro Kadija, em Conquista.
As acusações contra Priscilla são de aplicação de silicone industrial em clientes, cafetinagem e aluguel de pontos de prostituição.
Em julho deste ano, Priscilla tentou matar a facadas um Trans de nome TALITA que, assim como a agressora, atende clientes nas proximidades de um posto de combustíveis, na Avenida Integração. 
Talita teve a prótese de silicone extraída a facadas.

BOLETIM OFICIAL DA POLÍCIA CIVIL

Na manhã desta sexta-feira, 28/09/18, policiais civis da Delegacia de Homicidios de Vitória da Conquista cumpriram mandado de prisão preventiva decretada em desfavor de PRISCILA CAVALONA pelo fato desta ter tentado assassinar TALITA, em 28/07/18, enquanto a vítima estava prostituindo-se na Avenida Integração, Vitória da Conquista.

PRISCILA utilizou uma faca para tentar ceifar a vida de TALITA, provocando ferimentos graves na vítima, inclusive, uma das próteses de silicone de TALITA foi extirpada do peito e caiu na rua. PRISCILA não conseguiu seu intento porque outro travesti interveio, juntamente com pessoas que passavam no local e também pelo imediato socorro médico à vítima.

TALITA e outros travestis que se prostituem na Avenida Integração afirmam que PRISCILA  tentou matar TALITA porque esta não mais aceitava ser extorquida, uma vez que PRISCILA cobra uma taxa semanal para que travestis utilizem parte da Avenida Integração.

Durante as investigações, também constatou-se que PRISCILA CAVALONA injetou SILICONE INDUSTRIAL em vários TRAVESTIS nesta cidade.

Depois que PRISCILA tentou assassinar TALITA, deixou seu antigo endereço, local que aparentava ser um pensionato, no entanto, era utilizado como prostíbulo, sendo localizada na casa do namorado, no Bairro Kadija.

Fonte: Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista.

SOBRE O CASO EM JULHO

Priscila mantém uma clínica clandestina, onde realiza procedimentos de implantes de silicone industrial em transexuais e até em mulheres. Ela mesma fazia auto-aplicação e, por causa das partes avantajadas, se intitulava em sites privês como “a cavala, a boneca mais safada”.

Além da retirada do implante, o que ocasionou grave lesão no local, a vítima também foi ferida no braço ao tentar se defender. As lesões foram profundas e ela perdeu bastante sangue. Atendida pelo SAMU 192, Talita foi encaminhada em estado grave ao Hospital Regional de Base.

As últimas informações dão conta de que ela corre risco de vida.

"Todo mundo sabe que Priscila faz isso (implanta) há anos, mas agora a casa caiu. Deu ruim", completou a fonte. A polícia foi até um dos locais onde a agressora costumava atender clientes e apreendeu uma faca que, supostamente, pode ser a mesma utilizada no ataque.

A polícia não informou se algum outro objeto ou produto foi apreendido. Após a agressão, ela apanhou alguns pertences e desapareceu, sendo procurada desde então. A reportagem apurou que ela foi para Caatiba e estava em casa de parentes.

Já havia uma denúncia contra ela, formulada no Disep, há mais de um ano, sem avanço nas investigações. O delegado do caso não foi localizado.
Foi apurado, ainda, que o atendimento é feito em um pequeno quarto no Bairro Ibirapuera, mas alguns atendimentos também são feitos em casas de clientes, tanto na zona oeste, quanto nas leste e sul. O preço varia de acordo com o local do procedimento, ficando entre R$500,00 e R$ 2 mil a sessão completa".
Na internet o produto é vendido livremente, ao custo médio de R$120,00 o volume com 5 litros. Não há restrição à venda, porque o silicone líquido industrial tem fim específico para proteger partes automotivas, como conservar e embelezar capotas de vinil, painéis, consoles, laterais, para-choques, frisos, borrachas e couro em geral.

REPERCUSSÃO NACIONAL 

O caso levantou a discussão sobre o perigo de procedimentos estéticos. Na quarta-feira (25), outra pessoa foi presa no Rio de Janeiro por aplicar silicone industrial em pacientes. Patrícia Silva dos Santos, de 47 anos, foi detida em casa e levada para prestar depoimento. Um áudio atribuído a ela e divulgado nas redes sociais registra a mulher defendendo Denis Furtado e afirmando que o importante é "não morrer feia".
"Paty Bumbum", como era conhecida, fazia aplicações de silicone industrial, que não é adequado para ser usado no corpo, em um quarto sem estrutura hospitalar. Ela vai responder por prática ilegal da profissão, mas não deve ficar presa.

Os RISCOS do SILICONE INDUSTRIAL Para a SAÚDE


O corpo perfeito se tornou uma verdadeira obsessão e o silicone é visto como um aliado para conquistar as formas desejadas. Porém, quem não tem condições financeiras de realizar esses procedimentos estéticos com os materiais adequados acaba recorrendo ao uso do silicone industrial que é bem mais barato, porém, nada adequado e muito perigoso.
A utilização do silicone industrial tem se tornado cada vez mais comum e em geral é uma alternativa para pessoas que estão a margem da sociedade, como, por exemplo, quem é profissional do sexo, mulheres ou travestis. A prática do uso de silicone industrial é condenada pela Anvisa e em muitos casos é feita de forma clandestina.
A Aplicação Clandestina de Silicone Industrial
O paciente é colocado numa maca, tem as suas pernas e a cintura amarradas e quase sempre recebe um pedaço de pano para morder durante a aplicação do silicone. Para que o silicone seja colocado no corpo uma pessoa precisa fazer o papel de bombadeira.
Basicamente com uma seringa geralmente de uso veterinário que é acoplada a uma grossa agulha o líquido entra no corpo e assim transforma o corpo oferecendo formas femininas para transexuais, por exemplo.
A aplicação do silicone industrial é quase uma sessão de tortura tamanha a dor. O pior é que geralmente esses “pacientes” não podem nem mesmo gritar já que trata-se de um procedimento realizado clandestinamente. Depois de injetar o líquido no corpo é necessário fazer um tipo de massagem para que o produto se espalhe na região.
Em geral quem passou por esse procedimento diz que a massagem é o momento mais difícil e doloroso pelo fato de que o corpo ainda está sensível devido as agulhadas. Para finalizar a aplicação é necessário fechar os buracos das agulhas, isso é feito quase sempre com cola instantânea ou esmalte.
O silicone industrial por si já oferece um grande risco para a saúde humana e quando aplicado clandestinamente sem nenhuma condição básica de saúde ou higiene pode ter consequências ainda piores. Dentre os principais resultados catastróficos estão a mutilação do corpo e até mesmo a morte.
Um Problema da Saúde
O fato de não haver a disponibilidade do serviço público de aplicação de próteses de silicone apropriadas é levantado como bandeira por entidades dos direitos dos homossexuais como um dos principais fatores que gera a clandestinidade.
Ressaltamos ainda que a aplicação do silicone industrial é crime que está previsto em três artigos do Código Penal – exercício ilegal da medicina, curandeirismo e lesão corporal. As penas variam de 2 a 8 anos de prisão.
O Fácil Acesso
Mesmo havendo implicações legais não é difícil encontrar o silicone industrial, basta que alguém se disponha a ir buscar. Esse produto que não deve ser utilizado no corpoy humano é utilizado para obras, como impermeabilizante de azulejos, lubrificante de máquinas a motores como aviões entre outros fins.
Além de muito utilizado por travestis o silicone industrial está sendo indiscriminadamente utilizado também para procedimentos estéticos em mulheres. Em geral as mulheres usam o silicone da morte para aumentar as pernas, coxas e glúteos.
Problemas
O silicone industrial como o próprio nome sugere não é para fins estéticos, pois quando injetado no organismo pode acarretar em vários problemas como deformações, dificuldades para caminhar e até mesmo morte por infecção generalizada. O silicone que pode ser utilizado para fins estéticos deve estar sempre dentro de implantas que são chamadas de próteses e jamais na sua forma líquida.
Quando o silicone industrial é injetado em sua forma líquida acaba aderindo ao músculo e isso pode causar uma reação inflamatória com muitas possíveis complicações como tumores e edemas.
Dores e Trombose
O uso do silicone industrial é muito perigoso e traz consequências para quem ainda assim aposta nesse método. Para começar quando o produto é aplicado no corpo pode acabar se deslocando da região, por exemplo, quem aplicou nas nádegas pode ter o líquido se espalhando pelas pernas e pés.
Depois da aplicação do silicone industrial é necessário um período de repouso e mesmo que sejam seguidas essas “recomendações” das pessoas que aplicam clandestinamente o produto há diversos riscos. Se o silicone se desloca pelo corpo pode acarretar em vários problemas sérios como trombose, por exemplo.
Torna-se necessário fazer drenagens do silicone do local que ficou comprometido para que ele seja removido.


Fonte : blog Sudoeste Digital

16 comentários:

  1. Um elemento (viado) de alta periculosidade.

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro vai mandar extinguir tudo isso..kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Jair vai enterrar todas

    ResponderExcluir
  4. Merece sentir o mesmo que fez a outra sofrer

    ResponderExcluir
  5. e o caso do indivíduo que fez tentativa de homicídio contra a esposa atropelandoa na rodovia Itapetinga / Macarani. O que resultou? pois a justiça pelo jeito não fez nada, vejo pra cima e pra baixo com o o Siena Prata que tentou matar a moça, ele não poderia mais nem dirigir, qual o estado de saúde da moça ?
    cadê a justiça do nosso Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O estado de saúde dela está ótimo já que ela reatou com ele e ainda colocou em rede social um vídeo alegando que perdoou o marido, pois o mesmo estava fora de si.😉

      Excluir
    2. fiquei sabendo que ela voltou pra ele.

      Excluir
    3. A moça se chama kalyane e estar morando com ele, infelizmente ela não tem amor próprio e contra isso a justiça não pode fazer nada,ouvi por altos q ele vai a júri

      Excluir
    4. Não acredito essa mulher ficou entre a vida e a morte ,e ainda voltou PR esse monstro é verdade ela não se ama naõ Deus tenha misericórdia dela !

      Excluir
  6. Q loucura meu Deus !Esse povo querer a qualquer custo transformar o corpo

    ResponderExcluir
  7. Q loucura meu Deus !Esse povo querer a qualquer custo transformar o corpo

    ResponderExcluir
  8. Esses viados que dão o cú se não se converter vão para o inferno

    ResponderExcluir
  9. Cavala ,a boneca mais safada kkkk com uma rola no meio ds pernas

    ResponderExcluir
  10. Tanto é safado um como o outro, rebanho de satanás

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK