CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

quarta-feira, 18 de julho de 2018

A COMOVENTE HISTÓRIA DO HOMEM QUE ANDOU 32 KM PARA CHEGAR AO 1º DIA DE TRABALHO E GANHOU UM CARRO DO CHEFE

Após ver que seu carro tinha quebrado, Walter Carr decidiu caminhar a noite toda para não chegar atrasado; sua história, contada no Facebook por cliente da empresa, viralizou nos EUA.
Para não chegar atrasado no primeiro dia de trabalho, Walter Carr caminhou a noite inteira. Ele decidiu percorrer, a pé, 32 quilômetros depois que o carro dele quebrou, nos subúrbios de Birmingham, no Alabama (EUA). No caminho, foi interpelado por um policial, que, impressionado com sua determinação, levou-o para tomar café da manhã antes do início de seu primeiro turno em uma empresa de mudanças.
A história de Carr, estudante de 20 anos, atraiu comoção nas redes sociais - e o dono da empresa decidiu dar a ele um carro. Foi a partir do relato de uma cliente, publicado no Facebook, que a
história de Carr viralizou.
Jenny Lamey contou que estava esperando os funcionários da empresa de mudança às 8h na última sexta-feira para empacotar suas coisas. Às 6h30, ouviu a campainha. Era Carr, acompanhado do policial. "Ele contou que tinha pegado aquele bom rapaz em Pelham, logo cedo pela manhã", disse Lamey. "Walter disse que estava ali para me ajudar na mudança."
"Ele andou a noite toda para sair de Homewood e chegar a Pelham. Porque ele precisava trabalhar. Para os que estão lendo isso e não são da região, são 20 milhas", escreveu Lamey. Ela ainda contou que o policial lhe disse que, ao encontrar Carr, o levou para tomar café e, depois de conferir a história, o levaram à casa dela.
Enquanto estava ajudando com as coisas na cozinha, Carr contou que passou a infância em Nova Orleans, mas que a família se mudou para Houston, Texas, depois que a casa foi destruída pelo furacão Katrina. "Eu não posso descrever o quão emocionada fiquei com Walter e a história dele", escreveu Lamey. "Mal consigo imaginar essa caminhada solitária...no meio da noite. Quantas vezes ele deve ter pensado em desistir e voltar pra casa." Luke Marklin, diretor da empresa de mudanças Bellhops, para quem Carr está trabalhando, dirigiu do Tennesse até o Alabama para encontrar o novo funcionário. Depois de conversar e de tomar um café com ele, Marklin entregou-lhe as chaves do próprio carro, um Ford Escape, ano 2014.
Não importa qual seja o desafio, você pode superá-lo. Nada é impossível', diz Walter Carr, dirigindo o carro que recebeu de presente.
"Estou sinceramente impressionado com ele", disse Marklin. "Tudo o que ele fez naquele dia é exatamente quem somos - coração e coragem." Ao receber as chaves do carro, Carr emocionado, chorou. Uma campanha online que tinha sido lançada para ajudar Carr a consertar o carro chegou a juntar US$ 8 mil (R$ 30 mil) antes de ser fechada.
Carr pretende se formar em dezembro, em um curso na área da saúde. Também tem planos de se juntar aos fuzileiros navais dos EUA e de estudar fisioterapia.
Na segunda, ele disse a repórteres que estava grato por ter tido a oportunidade de trabalho. "Esta foi minha primeira oportunidade de trabalho há um bom tempo", disse ao site AL.com. "Eu queria mostrar a eles que sou dedicado. Eu disse que iria chegar ao trabalho de uma forma ou de outra."
"Quero que as pessoas saibam disso - não importa qual seja o desafio, você pode superá-lo. Nada é impossível".
Depois que Carr recebeu o carro, Jenny Lamey disse: "Walter, você não tem ideia de quantas vidas você mudou e inspirou. Você é um jovem muito especial e vai fazer grandes coisas".

11 comentários:

  1. Esse é guerreiro! Se fosse no Brasil, além de ter que esperar mais de uma semana, corre o risco de nem ser contratado.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto aqui na cidade as pessoas falta ao trabalho mesmo só atravessando a rua

    ResponderExcluir
  3. Emocionante!!!
    Linda história, digna de ser seguida e imitada, nesse tempo em que a maioria dos jovens querem tudo facilmente, esse jovem faz o diferencial.
    Louvável! Serve de paradigma!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa que estória comovente 👏👏

    ResponderExcluir
  5. Bem estou vendo que esta história não foi no Brasil !

    ResponderExcluir
  6. Aqui em ITAPETINGA tem uns q vc coloca pra trabalha pega em casa leva de volta e ainda fala q o patrão é Rui q o patrão n vale nada . Só ai meu pai tem um ditado q diz assim quem é do chão n q colchão kkkk nei todos é assim né ..

    ResponderExcluir
  7. Parabens para esse Jovem...Tudo que ele queria era uma oportunidade para trabalhar...Mesmo com toda dificuldade que teve conseguiu chegar ao trabalho...
    Infelizmente tem gente que tem o trabalho na mão e não sabe dar o devido valor...

    ResponderExcluir
  8. Analisando sob o prisma de vigiar e punir do estado opressor, vemos o direito de ir e vir do cidadão sendo cerceado no trecho: "após o policial checar a história." Imaginem se o cidadão estivesse apenas caminhando sem rumo e não conseguisse convencer o "bom" policial de que ele só queria caminhar, certeza que seria uma noite no xilindró.

    ResponderExcluir
  9. Tem muita sorte,pois meresse ter homesto todo,deus te abençoe sempre

    ResponderExcluir
  10. Nossa impressionada com a garra desse jovem,por mais jovens assim cheios de vontade

    ResponderExcluir
  11. Se fosse um itapetinguense além de faltar no serviço ainda ia processar a empresa.

    ResponderExcluir

Tiago Bottino / Blog Itapetinga AGORA , LIDER em acessos no Médio Sudoeste da Bahia



whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK