CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

quinta-feira, 22 de março de 2018

HERZEM GUSMÃO CANCELA DOAÇÃO DE CAIXÃO E MÃE ESPERA MAIS DE 30 DIAS PRA ENTERRAR O FILHO

Uma mãe da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, está há mais de um mês tentando enterrar o filho de 19 anos, que foi morto a tiros, mas não consegue porque não tem como adquirir o caixão.
“Pago aluguel, água, luz. Ajudo meu marido nas despesas, porque não temos um salário mínimo para sobreviver. E é um momento muito difícil, porque um caixão está em torno de R$ 1,2 mil, R$ 1,3 mil, e eu não tenho esse salário todo, para pagar esse caixão”, diz a diarista Edna Evangelista.
Ela já conseguiu a liberação para o sepultamento do filho em um cemitério local, mas depende do auxílio funeral, benefício oferecido pela prefeitura para famílias de baixa renda. No benefício, uma funerária conveniada é responsável pelos documentos de cartório, traslado do corpo e o caixão. O problema é que, segundo a funerária, o caixão, que antes era doado, não está mais incluso no auxílio, foi cortado pela prefeitura municipal.

“A assistente social ligou para a funerária que tem convênio com a prefeitura, e eles falaram que não poderiam liberar o caixão, porque a prefeitura não estava mais liberando o caixão. Suspenderam essa verba”, contou Edna.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura de Vitória da Conquista, para esclarecer sobre a suspensão do auxílio funeral para famílias de baixa renda, mas não obteve resposta.

Amigos da paróquia que Edna frequenta estão ajudando como podem, mas ainda não é o suficiente para o enterro. Edna conta que está sofrendo muito com a situação.

“Eu preciso enterrar o corpo de meu filho. Já tem um mês e cinco dias. Não tem como um ser humano ficar esse tempo todo no IML”, desabafou.

Fonte: G1

17 comentários:

  1. Isso é uma vergonha...

    ResponderExcluir
  2. Esse povo de Conquista são moles viu!
    Quebrem tudo na porra da prefeitura, principalmente o verme do prefeito!

    ResponderExcluir
  3. Que vergonha para Prefeitura... em época de eleição os políticos sabem interagir com os eleitores e na hora de cumprir com suas obrigações deixam a desejar.
    Até mesmo os vereadores, eles poderiam dividir , as despesas do funeral,entre eles e fazer essa doação.
    Que descaso que essa senhora.

    ResponderExcluir
  4. Não tem prefeitura na cidade dessa pobre coitada não é?que triste isso pra uma mãe 💔

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus esses prefeitos só Jesus na causa agora quando chegar á política eles vêm com as caras de pau pra pedir nosso voto acho isso demais por isso q não sou ousadia cotas nesses trem

    ResponderExcluir
  6. "deus" no comando, Conquista no caminho certo.

    ResponderExcluir
  7. se fosse aqui em s.Luzia Guilherme e sofrer com os comentários.mais esse prefeito é mal,tem o coração miserável.se fosse um parente dele ele fazia isso ������

    ResponderExcluir
  8. Que mundo é esse? Será que o dono dessa funerária que já ganham tanto em cima da dor alheia com preços exorbitantes,não poderia fazer uma doação a essa mãe que está sofrendo? Tudo em nome dos altos lucros !

    ResponderExcluir
  9. Tá sem uma disputa pra ver quem e o pior prefeito o de conquista ou o de Itambé que está deixando o único hospital fechar as portas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil saber o menos Pior. Não podemos esquecer dos Vereadores de Itambé. PÉSSIMOS!!! Parabéns p/ a população pela escolha. Vcs têm o Governo q merecem.

      Excluir
  10. Meu Deus que situação essa mãe está enfrentando. Cade os vereadores de conquista pra ajudar essa mulher.

    ResponderExcluir
  11. todo municipio tem uma cota de funeral para quem precisa. mas a quantidade de gente que morre é muito grande. com certeza tá passando do limite. mas tambem esses bandidos de merda, o que ganha nao dar pra pagar um enterro.

    ResponderExcluir
  12. Eu n estou aq p puxar o saco ,mais tenho certeza q se jose Mauro propietario da paxx ,soubesse desse caso antes ja teria doado um caixão.Gente ,pq isso é desumano.Ter q lidar c a morte do filho e ainda c a falta de condiçao p enterrar.Imagine a dor dessa mulher !

    ResponderExcluir
  13. Que absurdo, cadê os impostos que todos pagam para a prefeitura? só serve para pagar salários do prefeito, vereadores e secretariados?? lamentável!!!

    ResponderExcluir
  14. Que triste. . Um momento de tanta dor para essa mãe.. e n importa o que o filho dela foi ou o que fez enquanto era vivo.. É um descaso muito grande com o próximo. . Sr.prefeito, veja o q pode ser feito e ajude essa familia..

    ResponderExcluir
  15. Vitoria da conquista ja era o lixo da Bahia agora com o lixo prefeito .E a tanha do lixo..Cidade lixo

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK