CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

TCU BLOQUEIA BENS DA EX PRESIDENTE DILMA, GABRIELLI E PALOCCI POR COMPRA DE REFINARIA

O Tribunal de Contas da União (TCU) bloqueou nesta quarta-feira (11) os bens da ex-presidente Dilma Rousseff, por conta de sua atuação na aquisição da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), pela Petrobras. O bloqueio, que tem validade de um ano, foi aprovado pelo plenário da corte. A informação de que Dilma poderia ser punida com o bloqueio de seus bens foi revelada pela Coluna do Estadão em 31 de agosto. O bloqueio de bens também atinge os ex-membros do conselho Antonio Palocci, José Sergio Gabrielli, Claudio Luis da Silva Haddad, Fabio Colletti Barbosa e Gleuber Vieira. Cabe recurso da decisão do tribunal. A decisão atinge a diretoria colegiada da petroleira que, em 2006, aprovou a aquisição da refinaria americana. Segundo o tribunal, a compra de Pasadena acarretou em prejuízo de US$ 580 milhões à estatal, "em razão desses gestores terem adotado critérios antieconômicos para definir o preço da refinaria". O ministro da corte de contas Vital do Rêgo, relator do processo, acatou as recomendações de bloqueio que foram feitas por técnicos do
tribunal e pelo Ministério Público junto ao TCU. Em 2006, quando votou favoravelmente à compra de 50% da refinaria de Pasadena, Dilma era ministra da Casa Civil e comandava o Conselho de Administração da Petrobras. Todos os demais seguiram seu voto. Em março de 2014, quando foi questionada pelo Estado sobre a aprovação da compra da refinaria, Dilma declarou que só apoiou a medida porque recebeu "informações incompletas" de um parecer "técnica e juridicamente falho". Era sua primeira manifestação pública sobre o tema. O "resumo executivo" sobre o negócio Pasadena foi elaborado em 2006 pela diretoria internacional da Petrobras, comandada por Nestor Cerveró, que defendia a compra da refinaria como forma de expandir a capacidade de refino da estatal no Exterior. Indicado para o cargo pelo ex-ministro José Dirceu, na época já apeado do governo federal por causa do mensalão, Cerveróé hoje diretor financeiro de serviços da BR-Distribuidora. Em agosto, o TCU já havia condenado Cerveró e Gabrielli a ressarcir US$ 79 milhões (cerca de R$ 250 milhões) por dano ao erário na compra de Pasadena. A corte impôs ainda, a cada um, multa de R$ 10 milhões, o arresto dos bens para assegurar o ressarcimento e determinou que sejam inabilitados para o exercício de cargos em comissão e funções de confiança por oito anos. Na prática, no entanto, a quitação dos montantes é improvável, pois o patrimônio já rastreado de ambos não alcança o valor cobrado pelo tribunal. Cabe recurso contra a decisão. O bloqueio de bens ocorre após o tribunal receber e analisar as argumentações e defesas de cada um dos membros do conselho. Durante este processo, o TCU tomou conhecimento de informações contidas em um Relatório da Comissão Interna de Apuração (CIA) e Relatório de Auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU). "A diretoria executiva apreciou a aquisição de Pasadena em um dia e o Conselho de Administração aprovou uma negociação de milhões de dólares exatamente no dia seguinte", declarou em seu voto o ministro Vital do Rêgo. "Não se tem dúvida de que o conselho contribuiu para a prática de gestão de ato antieconômico no que se refere à aquisição da primeira metade da refinaria." A decisão afirma que "todos aqueles que participaram da valoração da refinaria de Pasadena no momento de aquisição dos 50% iniciais devem ser responsabilizados pelo débito total, pois o próprio contrato se valia daqueles valores para calcular o preço das ações remanescentes". Segundo o TCU, o conselho será responsabilizado "pela integralidade do débito e não apenas pelo dano decorrente da aquisição da primeira metade da refinaria".

7 comentários:

  1. Já tá feio essa perseguição. Não conseguem prova nada contra o PT é estão partindo para apelação. Ridículo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então vc estar dizendo q tidos os bens deles foram conquistados de um trabalho justo, é isso mesmo. Vc n passa de encapetado, tudo índica q vc n passa de mais ladrão e corrupto. Vai vê se estou na esquina seu banana.

      Excluir
  2. Enquanto ficam procurando o que não existe, os coxinhas estão enchendo as malas..

    ResponderExcluir
  3. Logo agora que o supremo inocenta aecim ... Depois de ele ter ameaçado o seu primo de morte por ter sedo pego com a mala ? Se 400 kg de cocaína nao chega no cara imagino se é 400 mil reais que vai para o cara . Kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. pra cima deles Gilmar e Moro .
    Lula e Dilma na cadeia .
    Gedel e Aécio em Dubai .
    Nem um milhão a menos na suíça.

    ResponderExcluir
  5. Brasil está no " fundo do poço" só a misericórdia e a justiça de Deus, podemos mudar algo se aprendermos a escolher sim, mas agora vamos sofrer as consequências, talvez os netos ou bisnetos vejam um Brasil melhor, sinto-me triste como muitos brasileiros e oro todos os dias, mas sabemos que estamos que estamos nos tempos finais segundo a Palavra de Deus...

    ResponderExcluir
  6. Brasil está no " fundo do poço" só a misericórdia e a justiça de Deus, podemos mudar algo se aprendermos a escolher sim, mas agora vamos sofrer as consequências, talvez os netos ou bisnetos vejam um Brasil melhor, sinto-me triste como muitos brasileiros e oro todos os dias, mas sabemos que estamos que estamos nos tempos finais segundo a Palavra de Deus...

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK