CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

PAX PERFEIÇÃO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

domingo, 16 de julho de 2017

TEMER LIBEROU 15 BILHÕES PARA DEPUTADOS ANTES DA VOTAÇÃO DE RELATÓRIO CONTRA ELE.

O presidente Michel Temer liberou R$ 15,3 bilhões em anúncio de programas e emendas antes da votação do relatório contra si mesmo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Na apreciação do parecer do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) sobre a denúncia da Procuradoria-Geral da República, Temer saiu vitorioso. Outro relatório, do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), pedindo arquivamento da denúncia, foi aprovado. No dia 2 de agosto o plenário da Câmara irá definir o futuro da denúncia. De acordo com O Globo, o governou lançou programas novos e acelerou o empenho das emendas parlamentares de deputados federais. Um levantamento da Rede mostrou que nos últimos 15 dias foi empenhado R$ 1,9 bilhão, valor próximo ao processado entre janeiro e junho - R$ 1,8 bilhão. Em maio, foram empenhados R$ 89,4 milhões, ante R$ 1,8 bilhão em junho. Na última terça-feira (11), o presidente anunciou R$ 103 bilhões de recursos do Banco do Brasil para o Plano Safra 2017/2018, que já havia sido lançado oficialmente no início do mês no valor de R$ 190 bilhões. Já na quarta-feira (12), Temer anunciou a quantia de R$ 11,7 bilhões
em linhas de crédito para obras de infraestrutura, como iluminação pública, saneamento e gestão de resíduos sólidos. No dia seguinte, decidiu realocar R$ 1,7 bilhão em recursos para a Saúde, destinados à compra de ambulâncias e gastos na atenção básica de 1.787 municípios. O PSOL deverá apresentar nos próximos dias uma representação ao Ministério Público por corrupção ativa, desvio de finalidade e obstrução à Justiça. O partido está mapeando o volume da liberação de emendas recebidas pelos deputados que votaram a favor do presidente para traçar uma relação direta entre o favorecimento e o voto. Já os aliados do governo veem com naturalidade a operação. O líder do DEM, deputado Efraim Filho (PB), observa que é papel do parlamentar levar invstimentos para sua cidade por meio de emendas. "O governo está investindo nos municípios, não está dando dinheiro na mão dos deputados. O parlamentar que leva investimento para sua cidade está cumprindo o papel dele. Feio era o que o PT fazia no mensalão, que trocava dinheiro por voto", avaliou.

8 comentários:

  1. E agora quem votou no Aécio tá pianinho, vai segurar bomba. Movidos pela alienação, mais uma vez, não imaginariam isso quando a bula-intercoetera cortou o Brasil ao meio, na horizontal, há pouco, dividindo a piada do intelectual, dividindo burros de elite, como portugueses e espanhóis, todos no mesmo barco. Brasil sempre funcionou dessa forma, isso é política, que somos obrigados a votar e manter a esperança ilusória de votar melhor nas próximas eleições. É uma pena que o brasileiro não pensa em acabar com a corrupção e sim em uma forma de entrar também e garantir o seu. Já nascemos como uma naçao corrupta, com independência comprada da Inglaterra. Além disso somos colônia, servimos aos grandes. Hoje nossos principais produtos são futebol, carnaval e mulher (feita de produto pela midia e vendida ao mercado externo). Talvez porque a primeira dama do Brasil, em Santos, foi uma cafetona dona de brega. Servimos para consumir e dar lucro à Metrópole, como orquestrado pela Inglaterra ao forçar a lei Áurea, assinada de mal gosto pela princesinha, durante protesto popular, enquanto D. Pedro estava com pneumonia. A lei dos panos e vinhos sempre imperou no Brasil, obedecida fielmente nas transações econômicas envolvendo o petróleo explorado pela Petrobrás. E agora então, esqueçam o pré sal. Já a nós brasileiros, regredimos mais um vez, nossa especialidade, à lei saraiva-cotegipe mas com uma diferença, e essa agrada aos grandes: continuamos a consumir desenfreadamente, cumprindo nossa missão existencial de servir ao lucro alheio, e coniventes como sempre. Nunca fomos índios.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade , Brasília tem q ser partrolada e o entulho jogado fora. O problema brasileiro não é crise financeira , e sim administrativa. A crise financeira existe em função da ma administração desses gangsters que á anos comem ás nossas custas . O país está sofrendo financeiramente,enquanto o congresso brinca de partidarismo na cara da imensa plateia chamada POVO. Os politicos comem o bolo,enquanto o povo é obrigado a catar as migalhas que caem da mesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que o dinheiro é nosso,ainda bem que existe um Deus de Justiça lá no céu,essas pragas do inferno um dia irá prestar conta de todos aqueles que morreram por falta de atendimento nos hospitais.

      Excluir
  3. Tá difícil de tirar esse presidente corrupto da presidência porque a metade dos deputados e senadores são todos corruptos também

    ResponderExcluir
  4. 15 bilhões para comprar apoio,dinheiro do povo que deveria ser investido na educação,saúde e segurança,e pior ainda são esses deputas que colocamos lá para depois ferrar o povo,e se diz representante do povo,é por isso que nas próximas eleições o meu voto será nulo.

    ResponderExcluir
  5. O maior protesto que deveríamos fazer é ninguém ir as urnas.

    ResponderExcluir
  6. Cadê as panelas será que amassaram tanto assim que não serve mais pra mais um movimento ou será que somos manipulados tanto assim que não estamos vendo oque está acontecendo com nosso país viramos piada em outros países então ja passou da hora de irmos as ruas é dar um basta...

    ResponderExcluir
  7. Esse merda do temer e um merda ,ladrao safado

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK