CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PAX PERFEIÇÃO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

terça-feira, 11 de julho de 2017

PAI SE ENROLA COM FILHO EM COLCHONETE COM GASOLINA E COLOCA FOGO - OS DOIS MORRERAM QUEIMADOS.


Um pai se abraçou ao filho de 05 anos, se enrolou em um colchonete com gasolina e colocou fogo, morrendo e matando a criança queimada. 
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, Cleriano José da Silva, 31, teria planejado a própria morte e a do filho dele, de cinco anos. Segundo o boletim da polícia que relata a ocorrência, o suspeito se enrolou junto ao filho num colchonete banhado de combustível e ateou fogo.
As labaredas se alastraram rapidamente e causaram graves queimaduras nos corpos de pai e filho. A criança chegou a ser socorrida ainda com vida do local e foi levada às pressas para a unidade do Hospital Santa Marcelina na região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda durante o
atendimento.
Antes de cometer o crime, Cleriano pegou o filho na casa da ex-mulher, por volta do meio-dia deste sábado. Ele teria que devolver o garoto à mãe por volta das 16h. Como não cumpriu o combinado, a ex-mulher acionou a polícia. Uma equipe da PM foi até a residência de Cleriano e encontrou o local fechado e com as luzes apagadas.
Após algumas tentativas frustradas em estabelecer uma comunicação com o suspeito, os militares resolveram arrombar a casa. Nesse instante, segundo a SSP, ouviu-se uma forte explosão. No trabalho de resgate, dois policiais militares se feriram. Pai e filho foram encontrados com os corpos queimados na garagem da residência.
Os crimes cometidos foram registrados no 49º DP (São Mateus) como homicídio qualificado, explosão, lesão corporal e suicídio. A polícia não soube informar se Cleriano da Silva tinha ficha criminal. A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias que levaram o homem a cometer o suicídio e matar o filho.

 Folha de São Paulo

11 comentários:

  1. Pessoas sem Deus faz esse tipo de coisa, misericórdia... Jesus precisa voltar logo

    ResponderExcluir
  2. TANTA MULHER NO MUNDO TEM A VÊ COM SEPARAÇÃOALGO ASIM,MEUS O POVO TEM MAS QUE CRÊ EM DEUS MISERICÓDA QUE ORROR

    ResponderExcluir
  3. Poxa q doido.se queria morrer q morrece sosinho.matar uma crianca inocente.q horror

    ResponderExcluir
  4. Será mesmo qui foi suicidiu ta estranho ta mais pra um assasinato.

    ResponderExcluir
  5. O motivo é só perguntar a mãe do garoto que transtornava o pai o tempo todo, imagina, só pq o pai tinha passado da hora de entregar o menino, a mãe já tinha acionado a polícia, pense aí, o que ela não fez com esse pai durante a separação, utilizando o filho como base para transtorná-lo... AQUELE VELHO DITADO, DEVE TER PASSADO NA CABEÇA DO PAI, " NEM EU, NEM VOCÊ".
    Não justifica, más, vai saber o que passou na cabeça do pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário mais idiota. Você cagou pela boca com este comentário. A criança inocente um cara desse faz uma merda dessa. Se ele tem algum problema com a mãe da criança, pos que ele resolvesse com ela e não com um ser inocente e indefeso.

      Excluir
    2. Sinceramente, que comentário mais ridículo e machista, o cara mata o filho se mata e a culpa é da mulher?
      A milhares de anos a mulher foi vítima de muitos preconceito e mausar tratose e até hoje muitos homens ainda cultivam a crença que a mulher é um objeto que lhe pertence, tenta manipular para que tome uma atitude, seja com os filhos, financeiramente, por ameaças acabam se calando e muitas vezes chegam a ser mortas, por conta da tal descontrole. Muitas vezes não encontram apoio nem se quer de sua própria família, que a acaba culpando pelo comportamento inaceitável. Quando essas agem, muitas vezes acaba nisso, ele se der conta que o que importava mais na vida dessa mãe era a vida de seu filho e ele covardemente ceifou, e mais covarde ainda se matou, pq não teve peito de encarar a sociedade e por que tinha ciência que era grave e que iria se arrepender.
      A mãe sabia desse descontrole, pelo relato, e por isso temia as visitas ao pai imposta pela justiça por ser direito deste, mas o que ele queria era ve-lá sofre.
      Quantas mulheres vemos humilhadas em casa, por que lhes devia proteger e se calam por medo, por agressão psicológica. Quantas morrem, no abandono por que nem sua própria família lhe estende a mão, quantas?
      Quantas crianças não estão vendo e convivendo com isso a um fio de passar o que esse garoto passou?
      Essa é infelizmente a educação que muitos pais dão aos seus filhos, mães que chegam a incentivar "filho não gosto de ver vc fazer serviço de casa, você tem que casar logo pra sua mulher fazer isso", isso é incentivo à violência, " sua mulher vai trabalhar? Mas lugar de mulher é em casa esperando o marido e fazendo seus gosto", "vi sua mulher na rua sozinha, tá querendo virar corno". Quantas vezes nos deparamos com isso e a consequência dessa educação bestificada, e o último ao corpo só nisso.

      Excluir
  6. Mateus 24:12 e por multiplicar a iniquidade de muitos e amor de muitos esfriará.Jesus está voltando!!!!

    ResponderExcluir
  7. Essas coisas já foram escritas a MaiS de dois mil anos atrás

    ResponderExcluir
  8. O amor de muitos já se esfriou eles nem acredita MaiS que Jesus venha primeiro que estas coisas se cumprir ele vai vim buscar aqueles que venceram esse mundo cruel

    ResponderExcluir
  9. Quanta crueldade eh essa...eh falta de Deus na vida dessa pessoa....só Jesus pra tomar posse dessa vida ,que Deus conforte essa mãe,a criança não tem nada a ver ,se ele queria morrer pq não morreu sozinho,tinha que levar a criança?a criança não eh culpada disso,quanta crueldade;(

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK