CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

JOVEM TRANSEXUAL DE ITAPETINGA É ESFAQUEADA E ESPANCADA EM MAIQUINIQUE - FAMILIARES PEDEM JUSTIÇA!

O CASO GEROU REVOLTA EM TODO O BRASIL. OS AUTORES DO CRIME ESTÃO SOLTOS.
Natyla se encontra hospitalizada em Itapetinga
Um fato revoltante em Maiquinique, a jovem TRANSEXUAL NATHALIA MOTA BARRETO, conhecida popularmente como NATYLA MOTA, 21 anos, se encontrava em uma festa com seu esposo, quando começou a sofrer ataques ofensivos por sua opção sexual. Os ataques partiram do casal LUCIANO FERRAZ e JEANE  e duas mulheres, que fizeram inúmeros comentários ofensivos contra a jovem.
video
Ao sair da festa, Natyla foi cercada por Luciano que, empunhando uma faca, tipo peixeira, começou a golpeá-la, ela foi atingida por várias facadas, caindo no chão. Mesmo ferida, Luciano e sua Mulher
Jeane, espancaram a jovem, desferindo vários chutes e murros contra a mesma.
Ferida e perdendo muito sangue, Natyla se arrastou até um hospital das proximidades pedindo socorro. No hospital, as atitudes dos funcionários da unidade provocaram ainda mais revolta, A jovem permaneceu caída no corredor, sequer foi socorrida pelos técnicos de enfermagem presente. O homem e a mulher, responsáveis pelo esfaqueamento, invadiram o hospital e a sessão de espancamento da jovem continuou, sofrendo várias agressões, mesmo ferida e caída no chão.
Posteriormente, Natyla foi conduzida em uma ambulância da Prefeitura de Maiquinique para a cidade de Itapetinga, onde se encontra hospitalizada no Hospital Cristo Redentor, Fundação José Silveira.
REVOLTA
Lideranças do Movimento LGBT de todo o Brasil tem se manifestado nas redes sociais pedindo a punição dos autores do esfaqueamento e espancamento de NATYLA. 
O autor do crime, LUCIANO e sua esposa Jeane, continuam soltos em Maiquinique.

50 comentários:

  1. Onde está a cara dos preconceituosos. ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UE, grudados no mesmo lugar de sempre

      Excluir
  2. Que absurdo gente,onde vamos parar com violência.esses germes aí não tem filhos não? façam alguma coisa pra pôr esses animais na cadeira.

    ResponderExcluir
  3. Não precisa ser revolta de lideraças do movimento LGBT, para ver que se trata de uma tentativa de homicidio, e mais os enfermeiros e médicos que estavam no hospital naquele momento, tem que serem responsabilizados pela omissão de socorro, uma vez que a pessoa se encontrava dentro do hospital e mesmo assim, ninguém fez nada contra a continuidade das agressões, infelizmente interior da Bahia, ninguém é de ninguém e basta um sobrenome para que a impunidade aconteça. pegue esse covarde e essa puta e coloque na cadeia, a polícia tem que tomar uma atitude e também deixar a omissão de lado.

    ResponderExcluir
  4. Justiça pra esse covarde, e pra essa covardona safada !! Esses dois e as outras que estavam juntos com esses dois safados(a) vai paga por isso!! Rebanho de safada medroza e uma pau no cu covarde...

    ResponderExcluir
  5. Que horror, o cara deve ter se atraído por ela e ficou com raiva disso, só pode. Pra mim, quem tem tanto ódio assim deve ser encubado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo homofóbico é gay,sem dúvida esse indivíduo tem uma queda por ela e não deu chance.

      Excluir
    2. Todo homofóbico é gay??? Falor merda hem anta!!

      Excluir
  6. Precisa de tanta violência ? Será que não existe punição para isso ? Independente de opção sexual, trata-se de um cidadão brasileiro que tem a proteção do estado e mesmos direitos em comum !

    ResponderExcluir
  7. Independente da opção sexual de uma pessoa assistência o hospital tem culpa por omição de socorre ,sou tecnica de enfermagem e evangélica e jamais deixaria uma vida dessa forma isso é uma falta de respeito a esse jovem e quanto aos proficionais da enfermagem me envergonho de vcs que Deus possa confortar esse jovem e a justiça ser feita pra os envolvidos em tamanha cruedade .

    ResponderExcluir
  8. Independente da opção sexual de uma pessoa assistência o hospital tem culpa por omissão de socorro ,sou tecnica de enfermagem e evangélica e jamais deixaria uma vida dessa forma isso é uma falta de respeito a esse jovem e quanto aos proficionais da enfermagem me envergonho de vcs que Deus possa confortar esse jovem e a justiça ser feita pra os envolvidos em tamanha cruedade .

    ResponderExcluir
  9. gente nao curto e nem gosto de viados ou sapatao´mas os respeito agora chegar ao ponto de bater esfaquear ninguem tem esse direito para fazer isto temos q ser solidario e pedir justiça prender esse casal de pilantras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado anônimo, quem te falou que nos gays e lésbicas precisamos do seu gostar ou aceite! Quem precisa gostar e aceitar nós, somos nós mesmos, o amor próprio vence qualquer preconceito e o resto continuará sendo resto! O seu dever é meramente respeitar, até por que nenhum dos GAYs depende de você! Passe bem!

      Excluir
    2. Não gosto e nem respeito criação nenhuma de satanás

      Excluir
  10. Não é possível que se atolere esse tipo de violência homofobicos nesse pequeno município.. estamos exigindo que as autoridades daí tome providências contra essa selvageria..

    ResponderExcluir
  11. uma carnificina! muitos deveriam ser autuados como co-autores, além da omissão de socorro.

    ResponderExcluir
  12. História confusa e estranha

    ResponderExcluir
  13. Sou Cristão Evangélico e aqui faço a minha moção de repúdio as este tipo de atitude bizarra, maléfica, macabra. Protesto contra este tipo de coisa e todo o tipo de discriminação e preconceito contra os LGBT!!! Punição para estes indolentes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristão Evangélico?...já sei,outra igreja nova das modificadas...

      Excluir
  14. e se fosse um bandido ladrão , pedófilo, criminoso acho q até o presidente se manifestava ,infelizmente esse é o nosso país

    ResponderExcluir
  15. Gente, precisamos compreender e deixar a vida dos outros. Se uma pessoa se irrita com a opção sexual da outra ou é uma pessoa religiosa (que não deveria ser), o uma pessoa que gostaria de está no lugar da outra.
    Sem preconceito, deixe as pessoas fazerem o que bem entenderem de sua vida.
    Se elas querem amar que deixe-a a amar.
    Agora, ficar recriminando, tentando machucar e até tentativa de homicidio, vai parar na justiça e lá a lei é certeira. Cadeia e vai gastar com advogados.

    ResponderExcluir
  16. CAD a justiça tem que prender os acusados e penalizar os enfermeiros que omitiram socorro a vitima, o rapaz era indefeso não mexia com ninguém tem seus defeitos mais quem não tem ai atira a sua primeira pedra, covarde este safado e esta vagabunda da terra do jegue que esta cidade e chamada, eu vou ai e fazer o mesmo com vcs safados aguardem.

    ResponderExcluir
  17. cidade sem lei... abandonada entregue aos meliantes. hospital pulbico em pessimas condicoes... nao tem seguranca lamentavel ter que vivencia esse caso abusivo e desumano..

    ResponderExcluir
  18. E onde estava o marido dela q na o ajudou em?

    ResponderExcluir
  19. A verdade é que cada um vai pagar pelos seus pecados é ele.e quem somos nós pra julgar suas escolhas cabe a nos mostrar q temos amor ao próximo e respeitar. Pois Deus nos ensinou assim e so quem pode julgar e condenar é ele pois dele vem a verdadeira justiça. E pra todos

    ResponderExcluir
  20. Absurdo! Fico pensando onde estavam os plantonistas da noite? Mas aí é assim mesmo acompanhei uma amiga grávida para aferir a pressão e a mesma foi destratada,pois, já estava tarde. Ou seja não sinta mal a Noite.

    ResponderExcluir
  21. O rapaz agonizando e essa vagabunda o esbofeteando. Justiça tem que ser feita!

    ResponderExcluir
  22. A bagunça começa pela gestora a vingadoura....

    ResponderExcluir
  23. Não é a questão de você gostar eu não curto e gosto de todo mundo independente de que a pessoa e homosexual e ser humano ti mundo tem filho ninguém sabe o dia de amanhã respeita a sexualidade dos outros cadeia nesses monstros. Esse hospital enfermeiros médicos são todos homofóbicos a pessoa morrendo no chão i eles demorando segurança safado que deixou entrar omissão de socorro não pode deixar inpune esse desgraçados. Tem que meter na cadeia homofóbia e crime dessa circunstância pior ainda desgraçados vocês vão pagar deus vai cobrar de uma a um

    ResponderExcluir
  24. Cidade de fihos da puta pegar uma pessoa esfaquear ainda por traz disso ainda dentro de um hospital fazer isso cade a justiça já tinha que ser preso esse corno i essa puta safada rapariga

    ResponderExcluir
  25. Você vai ver fihos da putas como é bom ficar os outros

    ResponderExcluir
  26. O que o casal que agrediu essa pessoa tem a ver com a vida da vitima,se cada um se metesse na sua vida,não ia ter tempo para fazer maldades,cada tem o direito de escolher sua opção sexual,vão se catar seus demônios.Tomara que a turma pegue vocês e faça bem pio.

    ResponderExcluir
  27. e esses profisionais de enfermagem são uns péssimos profissionais as tecnicas de enfermagem kd os primeiros socorros naõ aprenderam naõ foi , o paciente perdendo sangue e naõ fizeram nada .

    ResponderExcluir
  28. Não ouve omissão de Socorro, uma vez que a vítima veio até o hospital e ao mesmo tempo foi seguido pelos meliantes armados. Vale salientar que os profissionais da Medicina não poderia entra na briga pois de certa forma os agressores fariam mais vítimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é

      1. 'de certa forma' é 'havia a possibilidade'...
      2. Houve do verbo Haver
      3. Profissionais = poderiaM ENTRAR (verbo concorda com o sujeito a que se refere em gênero, NÚMERO e grau... quando o VL vem compondo com um principal, se mantém no infinitivo.
      4. o 'de certa forma' deveria ser substituído por 'havia a possibilidade de os agressores fazerem mais vítimas', ou outra sequência mais adequada.

      Excluir
  29. leiam em romanos capitulo 2 a seguir o que diz sobre os gays e lesbicas e muito triste ., passaram os ceus e a terra mas minhas palavras não hao de passar, mas ainda a chance de se arrependerem dos seus pecados pois cristo os ama
    fala que eles receberão sobre si mesmo o castigo que eles mesmos quiseram pra si

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia em romanos 14:12 Assim pois cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.

      Logo, é problema deles.

      Já o meu problema é: 'Amai-vos uns aos outros como eu vos amei' se é que me entende.

      Excluir
  30. Teve sim seu filho da puta se defendendo aí que teve sim o tempo que ela ficou agonizando no chão vocês se quer levaram pra uma maça hospital de bosta cade os seguranças agora vem dizer que não ouve omissão de socorro se defendendo o vídeo e claro tá né todos os meios de comunicação até no jornal globo .com tá

    ResponderExcluir
  31. Rebanho de corvardes nessa cidade não tem homem não se fosse aqui em Itapetinga já tinha ganhado uma rajada por cima da cara caia aqui dentro pra vcs verem pilantras

    ResponderExcluir
  32. Verdade.... Foi tudo muito aterrorizante....

    ResponderExcluir
  33. Resta saber se o motivo foi msm preconceito.

    ResponderExcluir
  34. Resta saber se o motivo foi msm preconceito.

    ResponderExcluir
  35. Verdade. E cadê todo mundo cara que. Não ajudou. Rebanho. De fila da puta mostra a cara deles arranca. De faca vagabundos

    ResponderExcluir
  36. Verdade. E cadê todo mundo cara que. Não ajudou. Rebanho. De fila da puta mostra a cara deles arranca. De faca vagabundos

    ResponderExcluir
  37. Ela até q é gostosa delícia fica bem logo quero te conhecer.

    ResponderExcluir
  38. Isso foi realmente preconceito é se fosse da minha família eu processava o hospital porque além de não dá socorro aceitou tamanha corvadia

    ResponderExcluir
  39. Absurdo isso, é pegar o casal que fez essa barbaridade e torturar do mesmo jeito.. 😢

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA MAIS DE 18 MILHÕES DE ACESSOS www.itapetingaagora.com

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK