CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

domingo, 16 de outubro de 2016

ISRAEL SUSPENDE RELAÇÕES COM A UNESCO APÓS VOTO SOBRE JERUSALÉM

O ministro da Educação de Israel, Naftali Bennett, decidiu hoje (14) suspender todas as parcerias de cooperação com a Unesco, um dia após uma votação sobre um local sagrado em Jerusalém. “Não haverá mais encontros com representantes da Unesco ou participações de Israel em conferências internacionais”, informou o governo, citado pelo jornal “Maariv”. “Não terá nenhuma cooperação com organizações profissionais que fornecem suporte ao terrorismo”, criticou o Ministério, acusando os muçulmanos de atos de terrorismo. Ontem, os países-membros da a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) votaram uma resolução que critica Israel por
restringir o acesso de muçulmanos a um local sagrado para o Islã e para o Judaísmo. Trata-se do Monte do Templo, chamado por Al-Haram ash-Sharif pelos muçulmanos. De acordo com Israel, a resolução da Unesco é uma afronta ao “vínculo milenar entre os judeus e o local”. Por sua vez, a Autoridade Nacional Palestina (ANP), liderada por Mahmoud Abbas, disse que a resolução da Unesco é uma “mensagem clara para Israel colocar um fim às ocupações e reconhecer o Estado palestino, com Jerusalém como capital e os locais sagrados para cristãos e muçulmanos”, disse o porta-voz do governo, Nabil Abu Rudeina. A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, defendeu a resolução e disse que o patrimônio de Jerusalém é “indivisível” e “toda comunidade tem o direito ao explícito reconhecimento da sua história e da sua ligação com a cidade”. “Negar, esconder ou querer cancelar qualquer tradição, seja ela judaica, cristã ou muçulmana, significa colocar em perigo a integridade do lugar, vai contra os motivos que justificam a sua inscrição na lista de patrimônio mundial”, criticou.

2 comentários:

  1. Tanta merda em Itapetinga, quem se interessa por essa grande merda que é Israel?

    País racista, nazista religioso, que em breve vai ser destruido...

    ResponderExcluir
  2. Veja bem, Veja bem, eles são nossos irmãos tbm...

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA MAIS DE 18 MILHÕES DE ACESSOS www.itapetingaagora.com

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK