CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

BOMBEIRO FEZ TRANSPLANTE DE ROSTO HÁ UM ANO – APÓS TER FACE DEFORMADA NO 11 DE SETEMBRO.

Hardison mostrou resultado ao público nesta quarta, nos Estados Unidos. Equipe com mais de 100 profissionais participou de todo o processo.
Paciente Patrick Hardison depois de acidente que deixou seu rosto deformado (esq.) e depois de receber um transplante de face (dir.) (Foto: NYU Langone / AFP)
O bombeiro Patrick Hardison, de 42 anos, passou pelo mais complexo transplante de rosto do mundo e disse, nesta quarta-feira (24), que se sente pela primeira vez em 15 anos como “um cara normal”. O procedimento foi feito há um ano, com uma equipe de mais de 100 médicos, enfermeiros e assistentes técnicos. Hardison precisou fazer a cirurgia depois que um prédio em chamas em Senatobia, no Mississippi, desabou sobre ele em 2001, alguns dias antes dos ataques de 11 de setembro.
O bombeiro há um ano atrás
Além da questão da aparência, ele disse que agora pode comer, ver, ouvir e respirar normalmente. O bombeiro já havia feito 71 cirurgias reconstrutivas antes do transplante.
"Todos os dias eu tinha que acordar e buscar motivação para enfrentar o mundo", disse. "Agora eu
não me preocupo com as pessoas apontando e olhando pra mim, ou crianças correndo e chorando. Eu estou feliz”. 

o Rosto do bombeiro, após um ano do transplante -Transplante contou com o apoio de mais de 100 profissionais da saúde
Desde 2005, cerca de 40 cirurgias de transplante de rosto foram feitas pelo mundo, mas a de Hardison foi a primeira delas a incluir também o couro cabeludo e as pálpebras. O bombeiro não tem cicatrizes no rosto e, mesmo que sua feição se pareça com a antiga, algumas características são bem diferentes - seus olhos são menores e seu rosto é mais redondo, mas a cor do cabelo ainda é a mesma.
Divorciado e com cinco filhos, ele contou que alguns dos melhores momentos de sua vida ocorreram após a cirurgia com a família. Quatro de seus filhos participaram de uma entrevista coletiva desta quarta-feira.
Hardison e seus filhos, durante entrevista coletiva nesta quarta nos Estados Unidos (Foto: Bebeto Matthews/AP Photo)
Alison, filha de Hardison com 21 anos, disse que chorou após vê-lo pela primeira vez. "Eu entrei no quarto e fiquei sem palavras", disse. "Ele me deu um abraço e nossos rostos se tocaram. Suas bochechas estavam quentes, e isso era algo que não sentia há 14 anos”.
Sequência de imagens mostra recuperação de paciente que fez transplante de face nos EUA (Foto: Bryan Thomas/Getty Images/AFP)
"Ele foi muito infeliz", completou Alison Hardison. "Agora, está feliz consigo e feliz com a vida."
Eduardo Rodriguez, presidente do departamento de cirurgia plástica do Centro Médico NYU Langone, responsável pela cirurgia, disse que o bombeiro não teve problemas de rejeição ao transplante, consequência dos medicamentos, da força dele e dos filhos. "Ele é um indivíduo notável", disse.
O valor estimado para o complexo procedimento é de US$ 1 milhão, de acordo com a NYU, mas o hospital cobriu o custo de Hardison.

com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITAPETINGA AGORA MAIS DE 18 MILHÕES DE ACESSOS www.itapetingaagora.com

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK