CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

LOJAS PREMIADAS NA REGIÃO

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

MORUMBI PNEUS - NO PARQUE DA LAGOA!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

R$ 1,99 É NA FEIRA DO LAR!

quarta-feira, 13 de abril de 2016

MÃE MATOU E ENTERROU FILHO NO QUINTAL DE CASA – JOVEM TENTOU ESTUPRAR A GENITORA NO BANHEIRO.

A Mãe foi  à polícia 4 anos após matar e enterrar filho no quintal da casa em SP. Lavradora contou que agiu porque era estuprada constantemente pelo jovem de 24 anos. Filho foi morto com facada no pescoço, após tentar estuprar a mãe dentro do banheiro de casa. 
SÃO PAULO - Uma lavradora de 52 anos procurou a Polícia Civil na noite desta terça-feira (12) para confessar que matou o próprio filho, queimou os ossos e enterrou os restos mortais no quintal de casa há quatro anos em Terra Roxa (SP).
Segundo a polícia, a mulher disse ter cometido o crime porque era constantemente estuprada pelo jovem de 24 anos. A mãe afirmou ainda que nunca foi registrado boletim de ocorrência sobre o
desaparecimento do filho, porque ela contou a familiares que o rapaz estava viajando.
Durante escavação, investigadores encontraram fragmentos de ossos e dois dentes humanos, além de pedaços de tecidos, que seriam das roupas usadas pelo rapaz. Os restos mortais foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para análise.
os ossos do filho
O delegado Emerson Abade contou que a lavradora disse ter matado o filho com uma facada no pescoço dentro do banheiro, quando ele tentou estuprá-la. Em seguida, ela embalou o corpo em um cobertor e enterrou no quintal. Três meses depois, a mulher desenterrou e queimou os ossos também nos fundos da residência.
"Ela alegou que o filho praticava abusos sexuais contra ela, além de violência física. Então, não suportando mais essa situação, ela resolveu reagir a uma das investidas dele, que teria ocorrido no banheiro, conseguiu tomar a faca das mãos dele e golpeá-lo no pescoço", afirmou.
O delegado disse ainda que o jovem tinha antecedentes criminais e, de acordo com o relato da mãe, era usuário de drogas e misturava medicamentos controlados com bebidas alcoólicas, o que o deixava agressivo.
a casa da familia
"Ela apresentava data específica para o crime, e as pessoas confirmaram que ele não foi mais visto depois disso. Nem mesmo os vizinhos sabiam que ele havia desaparecido. A versão que era apresentada é de que ele estaria ausente, fora do estado, e não havia retornado", disse.
A lavradora não foi presa porque não houve flagrante do crime que, segundo ela, ocorreu em maio de 2012. A Polícia Civil aguarda o resultado do exame necroscópico dos ossos encontrados e passará a ouvir o depoimento de familiares e vizinhos nos próximos dias.
"Nós dependemos de um exame de DNA, que vai dizer especificamente se aqueles fragmentos de ossos são do rapaz desaparecido. A partir do material de um familiar, nós vamos confrontar com o material genético que existe principalmente nos dentes que foram encontrados", explicou o delegado.
fonte: G1

11 comentários:

  1. É uma coisa complicada, mas sem dúvida ela teve essa atitude na certeza da impunidade q existe em nosso país, se ela o denunciasse com dois dias ele estaria solto e quem estava morta era ela. Meu Deus, deve ser a coisa mais nojenta uma mãe ser abusada pelo próprio filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você em gênero número e grau...

      Excluir
  2. Se fosse comigo eu faria a mesma coisa pena que pessoas de bem ficam com dor na conciencia re acabam se entregando porque um verme desses nao tem pena nem da mãe mereceu morrer mesmo isso são os cidadãos fazendo justiça ja que ela não funciona.

    ResponderExcluir
  3. Verdade concordo com você é una mostriosidade meu deus

    ResponderExcluir
  4. Coitada dessa mãe...Criou um monstro, se soubesse que iria virar nesse verme tinha abortado...Mas fez o certo, agora ela não vai mais sofrer abuso. Que esse verme queime no inferno, é o que merece.

    ResponderExcluir
  5. nao condene esta mae porque, ela so fez isso por tristeza, desgosto,vergonha,como dizer isso diante de alguem, com certeza no inferno nao aceitaram este monstro com nome de gente, ele so tem um lugar trevas.....

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o comentário acima. .. é nojento é desumano ler uma reportagem tão cabulosa

    ResponderExcluir
  7. COM TUDO ISSO,ESSA MÃE AINDA VAI SER PROCESSADA POR ESTA LEI MALUCA DO NOSSO BRASIL, DUVIDA?

    ResponderExcluir
  8. Concordo vai responder sim infelismente. Só uma mãe pra assumir uma culpa que não é dela, a vítima da história é ela,se o juiz agir com o caração legal se consultar o nosso ultrapassado códico penal aí já viu.

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA MAIS DE 18 MILHÕES DE ACESSOS www.itapetingaagora.com

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK