CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

MÉDICO É PRESO POR INTEGRAR GRUPO INTERNACIONAL QUE SEQUESTROU, ESTUPROU E MATOU CRIANÇAS

CRIANÇAS, UMA DELAS DE APENAS 18 MESES, ERAM SEQUESTRADAS, ESTUPRADAS E ASSASSINADAS
Uma operação deflagrada nesta segunda-feira (21) pela Polícia Federal (PF) resultou na prisão de um médico de Uberaba, Minas Gerais, acusado de participar de um dos mais perversos esquemas internacionais de pedofilia. Além de compartilhar o material na internet, o médico, de 29 anos, financiava materiais pornográficos produzidos pelo australiano PETER GERALD SCULLY, preso em fevereiro deste ano pela polícia filipina, em operação que envolveu as polícias federais da Austrália e da Holanda. A Polícia Federal não divulgou o nome do médico brasileiro. Scully é
acusado de rapto, estupro, tortura e assassinato. Parte do material era feita por encomenda, tendo como vítimas crianças de rua filipinas. Entre os financiadores de seus vídeos estava o médico brasileiro. De acordo com a PF, a aproximação entre o médico brasileiro e Scully teve início em 2012, quando ele ainda era estudante de medicina. A sociedade envolveu também uma mulher filipina. A partir dos financiamentos obtidos, o australiano e a filipina produziam os vídeos e fotos onde crianças eram abusadas e violentadas sexualmente. Em contrapartida, os financiadores recebiam o material produzido. O médico brasileiro é também acusado de ter ensinado os criminosos a obter remédios para dopar as vítimas antes do abuso. Um dos vídeos produzidos, considerado pelos investigadores “um dos registros mais degradantes de pornografia infantil em todo o mundo”, envolve uma criança de 18 meses, que foi torturada e violentada sexualmente. Há vários registros com diversas crianças filipinas. Uma delas foi morta e enterrada sob a cozinha da casa onde os abusos ocorriam. O compartilhamento do material era feito na chamada deep web ou dark web, uma parte da internet que só pode ser acessada com a utilização de softwares específicos que permitem a navegação de forma pretensamente anônima. O médico brasileiro atendia regularmente em uma unidade de pronto atendimento de Uberaba, local onde foi encontrado e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal na cidade mineira, onde encontra-se preso. Segundo a PF, ele responderá por armazenamento e publicação de pornografia infantil, bem como pelo financiamento de organização criminosa internacional – crimes que podem resultar em penas de até 20 anos de prisão.

Fonte: correio24horas

11 comentários:

  1. Só esse tempo de prisão? Esse lixo e todos os outros vermes iguais a ele têm que ser esquartejados vivos e em praça pública! A polícia filipina é que deveria julgar - lembram da pena de morte que aquele imbecil brasileiro pegou porque foi traficar lá? Esse aí merece menos do que a morte lenta e cruel?

    ResponderExcluir
  2. esse doto só pode ser psicopata nao dignosticado ou protegido do CRM(coorporativista...)..o caso dele é bizarro..eu hem....

    ResponderExcluir
  3. Gente vamos vigiar!!!!....pois esses monstros são os filhos do demÔnio!!!...gente assim precisa ser exterminada da face da terra.

    ResponderExcluir
  4. Gente vcs não tem ideia dessa deep web. Aquilo é o inferno, la tem assassinatos, pedofilia ao extremo, trafico de bonecas sexuais humanas, venda de orgãos e muitas outras atrocidades. Aquilo tem que ser dizimado da terra.

    ResponderExcluir
  5. sou homem e tenho minha vaidade masculina, mas nunca apreciei nem a figura do mulherengo, conquistador, quanto o mais, o resto...

    ResponderExcluir
  6. de ousados com as mulheres vemos desde asessediadores , ate esses maniacos pedofilos e criminosos.

    ResponderExcluir
  7. As atitudes de pessoas certas.falam mas k milhares de palavras de pessoas erradas.mk

    ResponderExcluir
  8. Que nojo,se ele morass aqui no bairro eu mandava matar ele.

    ResponderExcluir
  9. Mané demônio! Esses lixos são filhos de gente como você e qualquer um que fica aí nessa de achar que demônio é que tem culpa. Esses descarados fazem isso porque sabem (ou imaginam) que vão ficar impunes. Com a devida punição e sem perdão ou afrouxamento, duvido que 99% desses vermes não pensavam mil vezes antes. Como disseram aí, pena de morte, lenta e muuuito cruel e em praça pública pra servir de exemplo !

    ResponderExcluir
  10. Onde esta o NOME do médico na matéria? Como se trata de um médico que provavelmente é oriundo de uma família abastada e quiçá de renome, omitem o nome do MONSTRO. Enquanto isso, Carlitão do paraguai foi execrado antes de ser provado que ele havia cometido abusos contra duas menores que se prostituem a luz do dia, mas como Carlitão é um proletário insignificantes, que o lancem aos leões...

    ResponderExcluir
  11. Esse viado merece ser preso pelo resto da vida🔫🔪🔫🔫🔫🚬💣

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK