CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

DILMA SE REÚNE PARA DISCUTIR PEDIDO DE IMPEACHMENT

ORDEM É ACIONAR MINISTROS DE PARTIDOS ALIADOS PARA BARRAR MOVIMENTO
BRASÍLIA - Preocupada com o comportamento "imprevisível" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a presidente Dilma Rousseff realizou duas reuniões no final de semana para tratar sobre o andamento na Câmara, a partir desta terça-feira, do processo de impeachment contra ela. Depois de uma viagem-relâmpago a Porto Alegre (RS), de menos de 24 horas, a presidente voltou a Brasília e se reuniu com os ministros Ricardo Berzoini, da Secretaria de Governo, e Aldo Rebelo, do ministério da Defesa. A ordem de Dilma é acionar os ministros dos partidos aliados para
tentar obter o apoio da base e, assim, barrar o impeachment.
No sábado, Dilma já havia se reunido com os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) e José Eduardo Cardozo (Justiça). Logo em seguida, Dilma embarcou para Porto Alegre, para se encontrar com a família, de onde voltou na tarde deste domingo. A presidente decidiu voltar já neste domingo e não passar o feriado de amanhã na capital gaúcha.
Temos que ter maioria no Congresso. Tem que valer a coalizão — disse um ministro.
Apesar da pressão pelo seu afastamento do cargo, o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse neste domingo ao GLOBO que sua atuação será "normal" na volta à Câmara após a divulgação de que contas secretas na Suíça eram usadas por ele para pagar despesas pessoais da família. Cunha informou que decidirá na terça-feira sobre o pedido de impeachment elaborado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior e apoiado pelo PSDB. O presidente da Câmara também defendeu o rito estipulado por ele sobre o processo. Ele definiu que, em caso de rejeição de um pedido de impeachment, cabe recurso ao plenário da Câmara. E entendeu que bastaria a aprovação do recurso por maioria simples dos presentes à sessão. Deputados do PT e do PCdoB entraram com uma ação no STF contra as regras.

5 comentários:

  1. NÃO VAI ADIANTAR DILMA CERTAMENTE SOFRERÁ O IMPEACHMENT,DEPOIS DE TODA CAMPANHA FEITA COM DINHEIRO DESVIADO DA PETROBRAS,AS PEDALADAS FISCAIS,
    OS CRIMES ELEITORAIS E AS MANOBRAS DE MENTIRAS CRIADAS PARA GANHAR A POLÍTICA DE TODO JEITO A SAÍDA DA DILMA DO PODER AINDA É POUCO.A DILMA TEM 7% APENAS DE POPULARIDADE É O PIOR DA HISTÓRIA,CONTAS REJEITADAS POR 8 MINISTROS DO TCU,ESTE GOVERNO ESTAR COLHENDO AQUILO QUE PLANTOU,TIAGO O PT DE LULA E DILMA É COMO UM SORVETE NO SOL DE 40 ESTAR SE DERRETENDO TODO.FORA DILMA E O BRASIL IRÁ ENCONTRAR SEU CAMINHO.

    ResponderExcluir
  2. E agora, presidente Dilma?

    A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (6) reabrir investigação eleitoral em que o PSDB pleiteia a cassação da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer.

    O governo contabiliza mais uma derrota. O STF denegou o pedido do PT para melar o julgamento das pedaladas fiscais no TCU. Ainda bem que o ministro Fux/STF agiu judiciosamente de forma republicana e não transigiu com a apelação indecente de um governo, que deve responder por seus atos ilegais.

    E não adiantou mesmo a manobra do governo, para desespero da senadora Gleisi Hoffman (PT-PR). O TCU, por unanimidade, rejeitou, nesta quarta-feira (7), as contas de Dilma em 2014. Será a primeira vez, dede 1937, que o TCU encaminhará ao Congresso Nacional um parecer pela rejeição das contas de um presidente da República. Caberá, agora, ao Legislativo confirmar ou não a decisão do tribunal, que precisará passar por análise da Comissão Mista do Orçamento, antes de chegar ao plenário.

    O TCU, respaldado na Constituição Federal, é o órgão técnico que examina as contas públicas de acordo com o Art. 71. Assim, para resguardar a objetividade dos trabalhos do TCU, não resta alternativa ao Congresso Nacional senão acatar o indeferimento das contas da presidente da República em 2014 e enquadrá-la no Art. 85 da Constituição Federal, que trata dos crimes de responsabilidade presidencial.

    Mas caso o Legislativo venha tratar a matéria de forma política, validando as contas do governo, a função do TCU, com efeito, ficará prejudicada e melhor seria que o órgão fosse extinto.

    ResponderExcluir
  3. Quanta perseguição desses urubus em cima da presidenta, querem titar a Dilma porque não suportam o fato de esterem fora do trono, acusam a Dilma daquilo que els são, bando de ladrões machistas, não suportam o fato de serem governados por uma mulher, a luta deles será em vão porque a Dilma não vai sair, ficará até o final de seu mandato. Vá em frente presidenta! Que esses urubus comem de suas própria carniças e morram de seus próprios venenos! bando de demônios!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Surtou.....diazepam nela!! Amarra que a situação é critica...você s´pode ser louca em defender sua presidente.....Para mim você é pior que ela......

      Excluir
  4. Kkkkkkk mostra sua cara idiota tu é o que de dilma hein, ta vendo que o brasil ta um caos e ainda vem puxar o saco dela acho que nem a mulher do prefeito defende ela assim, vc vai me desculpar tu deve ser cega pra não enxergar tudo o que acontece ao nosso brasil, deve ser cega mesmo e defende por que recebe aposentadoria de invalidez.

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK