CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

HOMEM QUE ATIROU EM ESPOSA E EM BEBÊ QUERIA SIMULAR ASSALTO, DIZ POLÍCIA

O gaúcho Marcelo Barberena matou a mulher após uma discussão e, para simular que havia ocorrido um assalto, atirou também na filha de 8 meses, Jade Carvalho. Essa é a conclusão do inquérito que a Polícia Civil deve entregar nesta terça-feira (1) sobre o assassinato de Adriana Moraes e sua filha, no dia 23 de agosto, em uma casa de veraneio em Paracuru, no litoral leste do Ceará. "Ele estava apaixonado por uma ex-colega de trabalho. Ele chorava por essa moça e planejou morar em Porto
Alegre com essa amante e ele passou a ter muita raiva da Adriana", afirmou ao G1 a titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Socorro Portela. A delegada disse ainda que no momento da discussão Barberena perdeu a cabeça e efetuou o disparo. "Então, ele pensou: 'Qual pai mataria sua própria filha? ' Já que todo mundo falava que ele era um homem educado, amoroso com a família. Então, ele resolveu matar a pequena Jade para sustentar que, naquela hora, havia ocorrido um roubo", continuou Socorro. Inicialmente, o suspeito do assassinato havia apontado o ex-caseiro da casa de veraneio como autor do suposto ataque na madrugada de domingo, quando mãe e filha foram mortas enquanto dormiam. Os policiais e a delegada, no entanto, desconfiavam da história apresentada por Barberena e pelos familiares dele, que também estavam na casa pertencente ao pai de Adriana. "Ele se mostrou frio e desconfiado [quando foi trazido para a delegacia após o crime]", disse Socorro. O perito Charlton Bezerra explicou que o imóvel não foi arrombado, portanto, não houve assalto. "Foi constatado que em toda residência, do lado externo, na vizinhança, dava perfeitamente para ouvir os tiros. Principalmente por causa do horário, meia-noite", acrescentou. Barberena confessou a autoria do crime ao visitar novamente a casa na segunda-feira, mais de 24h após o assassinato. O suspeito deve continuar preso e está sendo acusado de duplo homicídio por motivo fútil, por impossibilitar defesa e por feminicídio.

Fonte: G1

2 comentários:

  1. Monstro, separasse da esposa, ela ia sofre um pouco mas logo..... logo encontraria alguém melhor q esse bicho

    ResponderExcluir
  2. Monstro, separasse da esposa, ela ia sofre um pouco mas logo..... logo encontraria alguém melhor q esse bicho

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK