CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

SERVIÇO TERRITORIAL DE APOIO A AGRICULTURA FAMILIAR CHEGA AO TERRITÓRIO DO MÉDIO SUDOESTE

 
O Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) chegou ao Médio Sudoeste da Bahia. Nesta terça-feira (18), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), inaugurou o sexto SETAF, no município de Itapetinga. A ação tem o objetivo de articular políticas públicas para a agricultura familiar e promover a inclusão produtiva. A unidade vai atender mais de 7.500 mil famílias de agricultores.
A solenidade contou com a participação do secretário do Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, do superintendente da Agricultura Familiar, Marcelo Matos, do presidente do Consórcio do Médio Sudoeste e prefeito de Caatiba, Junior Mendes, dos prefeitos; José Carlos Moura (Itapetinga), Ivan Fernandes (Itambé), Menininha ( Maiquinique ), Raquel Lopes ( Nova Canaã),
prefeito substituto Jorge Motos (Macarani), Luiz Soares (Potiraguá), Vereadora Marli (representante do legislativo de Itororó), Vereadores, Secretários municipais,  Diretor do Território Consórcio do Médio Sudoeste, Dorisvaldo Junior, Marcelo Matos (Superintendência de Agricultura Familiar – SUAF ), representante da UESB, Prof. Sérgio Fagundes, Diretora do If Baiano, Liviane, além da presença brilhante de vários representantes dos Pequenos Agricultores da Região Sudoeste. Até agora, já estão em funcionamento as unidades dos Territórios Sertão do São Francisco (Juazeiro), Recôncavo (Cruz das Almas) e Bacia do Paramirim (Macaúbas), Semiárido Nordeste II (Ribeira do Pombal) e Vitória da Conquista (Vitória da Conquista).
De acordo com Rodrigues, os SETAFs atuarão na oferta de assistência técnica e extensão rural, regularização fundiária e estruturação produtiva de assentamentos rurais, disponibilização de insumos produtivos (seguro, sementes, água, mudas, entre outros), além do apoio para acesso ao mercado tradicional e institucional e implantação de agroindústrias familiares. “O SETAF está sendo implantado para intensificar o acesso do agricultor familiar à política pública e permitir a interação mais próxima do governo com o homem do campo. Aqui, vamos dialogar com os movimentos sociais, prefeituras, consórcios e colegiados, para dar celeridade à execução de projetos para a agricultura familiar e promover o desenvolvimento rural”, disse.
Segundo o presidente do Território do Consórcio do Médio sudoeste, Junior Mendes, foi elaborado e aprovado, através do Consórcio, um projeto para aquisição de 15 veículos para serem entregues aos municípios que fazem parte do Território, para buscar o aperfeiçoamento da agricultura do território. “É de grande importância esse apoio e a parceria entre o governo estadual e os municípios através do SETAF. Precisamos nos estruturar para estarmos buscando sempre dias melhores, para os nossos pequenos agricultores.” disse Junior. 
O agricultor João do Campo comemorou a instalação do Serviço no município. “A gente ficava isolado, às vezes, tinha que ir para Salvador resolver as coisas. Tinha uma carência grande quando ia acertar um negócio, mas agora tem onde buscar informação e resolver aqui mesmo“.
Os SETAFs são compostos por equipes técnicas da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da  Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) e demais órgãos que integram a SDR. A expectativa é que outros órgãos do governo também integrem os SETAFs.  
SEMAF – Os SETAFs atuarão de forma articulada com o Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF), que serão implantados, pelas prefeituras baianas que assinarem o termo de adesão. Durante o evento, foi assinado o termo de adesão ao SEMAF pelas prefeituras de Caatiba, Itambé, Macarani, Maiquinique, Tarantim, Potiraguá, Itororo, Firmino Alves, Santa Cruz da Vitória, Ibicuí, Iguaí e Nova Canaã.
O Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF) tem o objetivo de promover a articulação, gestão e implementação de políticas para a execução na base municipal, atuando de forma integrada com o SETAF do Território de Identidade que integra.
FONTE:
Texto: ASCOM SDR
fotos: Gazinho/G4

2 comentários:

  1. Esse prefeito de Itapetinga tá só a capa do Batman kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Essa cambada aí vai fazer é muita farra, politicagem e repassar verbas para o patrão como agente ver todo dia na mídia (TV, RÁDIO, WEB, JORNAIS, PANFLETOS E FAIXAS DE PROTESTO), porque aí tem somente apadrinhados, parentes, e afiliados dos partidos (PT,PMDB, PSD,PDT etc;).Vai usar os movimentos sociais, MST, MDT , vários MT, pequenos agricultores e o diabo a quatro como uma como uma manada de rêzes ferradas nas manobras políticas municipais, estadual e federal.
    Técnicos de campo terceirizados farão o papel de vaqueiros conduzindo a boiada, simulando a prestação do serviço e fazendo relatórios para agradar o patrão, para que este coloque nas propagandas das TVs gastando milhões e justificar a gastança.
    O Sr. Jerônimo teve a má ideia de falar que somente agora os produtores rurais do território de Itapetinga teriam assistência técnica, visto que,sempre que precisavam de orientações tinha que ir para Vitória da conquista , no mesmo momento ouvi vários comentários dos membros do MST presentes que Jerônimo estava mal informado ou algum atordoado do PT passou de má fé as informações a ele.
    Se tivesse conversado com Sr, João do campo um dedo de prosa, presidentes de associações, secretários de agricultura dos municípios, prefeitos do território, aí sim teria conhecimento dos serviços prestados pela EBDA e seus técnicos, para as formações de associações de pequenos produtores , projetos agropecuários, organização e assistência social.
    O governo extinguiu a EBDA alegando quadro com muito aposentado, sucateamento de frota e equipamentos; mas no acordo trabalhista feito por Jacques Wagner deveria ter um PDV, concurso publico para agrônomos, zootecnistas, veterinários ,assistentes sociais, administrativos e reestruturação da empresa e ter assistência técnica pelo estado, mas foi rasgado o contrato, jogado fora e colocou essa excrescência para abocanhar os recursos que somente Deus sabe se vai ser aplicado realmente

    ResponderExcluir

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK