CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

FRIGORÍFICOS SUDOESTE

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

PATROCINE O BLOG MAIS ACESSADO DE ITAPETINGA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

LOJAS REZENDE - OS MELHORES PREÇOS DE ITAPETINGA

TATHIAGO DIGITAL - TUDO EM ELETRÔNICOS!

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

sábado, 15 de agosto de 2015

EM NOVA ESTRATÉGIA POLÍTICA, DILMA REÚNE EMPRESÁRIOS LOCAIS DA BAHIA

Ela também se reuniu com integrantes de movimentos sociais em Salvador.
Em meio a uma série de compromissos na Bahia nesta sexta-feira (14), a presidente Dilma Rousseff convidou empresários do estado para uma reunião em Salvador. O encontro é parte da nova estratégia traçada pelo Palácio do Planalto de promover encontros da chefe do Executivo com líderes regionais do empresariado. A ideia é tentar elevar a popularidade da petista, que alcançou no último mês o pior
patamar desde que ela assumiu o comando do país, em 2011.
Diante dos últimos resultados das pesquisas de avaliação do governo e da rebelião da base aliada na Câmara, integrantes do grupo de coordenação política de Dilma passaram a defender que a presidente elaborasse novas estratégias políticas para retomar sua popularidade.
A reação da presidente teve início na reunião com os governadores dos 26 estados e o do Distrito Federal. Na última semana, em uma maratona de encontros e jantares, Dilma se reuniu com senadores da base aliada, ministros do Supremo Tribunal Federal e de tribunais superiores, além de representantes de movimentos sociais e centrais sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a União Nacional dos Estudantes (UNE).
Desde a última semana, a presidente mudou o tom de seus discursos, passando a defender publicamente o respeito ao voto e à resultado das urnas. Na última quarta (12), no evento de encerramento da 5ª Marcha das Margaridas, composta em sua maioria por trabalhadoras do campo, ela declarou que não permitirá "retrocessos" na democracia.
Segundo o Palácio do Planalto, Dilma apresentou aos empresários o Programa de Investimento em Logística, que prevê R$ 198,4 bilhões em investimentos em infraestrutura por meio de concessões em áreas como portos, aeroportos, rodovias e ferrovias.
De acordo com a Presidência, além de Dilma, os ministros Nelson Barbosa (Planejamento), Kátia Abreu (Agricutlura) e Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) também detalharam o plano.
O prefeito de Salvador, ACM Neto, lamentou, em nota divulgada pela assessoria de imprensa da prefeitura na noite desta sexta-feira, que a presidente não tenha trazido "novidades" sobre a contratação da obra do BRT (Bus Rapid Transit) e da liberação de recursos para contenção de encostas, por parte do Ministério da Integração. "A prefeitura fez a sua parte, mas, até agora, o prometido apoio do governo federal não chegou a nossa capital", comentou. O valor pedido para o BRT foi de R$ 300 milhões e o edital está travado desde março.
Dilma desembarcou na Bahia na manhã desta sexta-feira. Na primeira agenda do dia, no município de Juazeiro, a presidente entregou 1.480 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. No evento, a petista afirmou que o Brasil voltará a crescer e a reduzir a inflação. "Podem ter certeza", acrescentou.
Após o encontro com os empresários baianos, Dilma participou da etapa regional do site "Dialoga Brasil", lançado na semana passada pelo governo para receber sugestões da população para aperfeiçoar programas relacionados a áreas como saúde, educação e cultura.
Em seu discurso, ela voltou a criticar quem defende o que ela chama de "quanto pior, melhor". "Eu quero falar sobre a teoria, a prática, a tentativa de se criar no Brasil uma situação de quanto pior, melhor de quem não tem compromisso com o país, quem não tem compromisso com as conquistas que tivemos nos últimos anos", declarou.
Ela também disse ter "orgulho" de que os governos dela e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "olharam" para o Nordeste e acrescentou: "Isso eles não vão tirar de nós. Jamais vão tirar de nós". Em seguida, a plateia a aplaudiu de pé e entoou gritos de apoio a ela, como o tradicional "Olê, olê, olá! Dilma, Dilma!".
Ao longo do evento, participantes puderam fazer perguntas diretas aos ministros Arthur Chioro (Saúde), Tereza Campello (Desenvolvimento Social) e Juca Ferreira (Cultura). Durante o ato na capital baiana, o grupo Ilê Aiyê se apresentou e interpreto, ao som de tambores, as canções “Pérola Negra”, escrita pela cantora Daniela Mercury, e “Depois Que O Ilê Passar”, de autoria do grupo.
No ato do "Dialoga Brasil", uma das presentes disse, ao se dirigir a um dos ministros, que a presidente Dilma está "uma gata". Ao respondê-la, a presidente disse ser necessário ter "serenidade" e "vida saudável" diante da "desfaçatez" e "intolerância" em Brasília.
"Mesmo debaixo de pressão, mesmo debaixo da imensa desfaçatez e intolerância que recai em alguns momentos lá em Brasília, acho que todo mundo tem de se esforçar para manter serenidade e uma vida saudável. É muito bom, você come menos, se esforça mais, sai cedo para trabalhar – e trabalha até tarde – e esta é a minha vida saudável", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITAPETINGA AGORA O BLOG MAIS ACESSADO DO MÉDIO SUDOESTE DA BAHIA

Redação e Edição: Tiago Bottino J. Brige
whatsApp: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK