CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

quinta-feira, 21 de maio de 2015

MORTE DE "MARQUINHOS" É INVESTIGADA PELA POLÍCIA DO ES: NEGLIGÊNCIA MÉDICA?

O CORPO DE MARCOS FOI SEPULTADO NESSA TARDE EM ITAPETINGA. POLICIA INVESTIGA A MORTE DO RAPAZ, OCORRIDA APÓS UMA ENDOSCOPIA.
com informações do GAZETA ONLINE - ES
Com queixas de dor no estômago, o Itapetinguense Marcos Moreira Santana, de 39 anos, dirigiu-se nesta quarta-feira (20), pela manhã, a uma clínica do bairro de Laranjeiras, na Serra, para submeter-se a um exame de endoscopia. Dez minutos após a realização do procedimento, começou a sentir-se mal e acabou morrendo.
Marcos Santana já estava sentado na sala de repouso do Centro Clínico Laranjeiras quando, segundo seu cunhado, o ajudante de carga Genivaldo Alves, 43, relatou mal-estar e dor no peito. “Chamei uma enfermeira, e ela disse que aquilo era normal, efeito da anestesia”, diz Alves.
Ele explica que as queixas de Marcos aumentaram, com ele se batendo e fazendo esforço de vômito. “Ele até tentou vomitar, enfiando o dedo na garganta”, diz o homem, que chorou ao relatar a situação.
Alves explica que continuou pedindo ajuda. Ele diz que o médico que realizou a endoscopia em Marcos foi José Raft, e que ele, em princípio, também afirmou que a reação apresentada pelo eletrotécnico era normal. Mas reviu sua avaliação com o agravamento dos sintomas.
“Botaram um soro, ele dormiu um pouquinho, mas logo acordou, com a língua para fora, pedindo remédio
para dormir e passar a dor. Estava gelado, e até virou os olhos”, explica Alves.
Ele diz que pediu que chamassem o Samu, e que o médico então botou um aparelho no dedo de Marcos. “A pressão dele chegou a 22. Usaram um outro aparelho com um tubo colocado na garganta do Marcos”, acrescenta.
Segundo Alves, quando a ambulância do Samu chegou, seu cunhado já estava morto. “O médico da clínica, o mesmo que fez o exame, disse que teria sido um enfarte. Mas, quando a polícia chegou, ele já não estava mais lá. Depois, apareceu um advogado dele”, relata.
O corpo de Marcos foi levado para necrópsia no Departamento Médico Legal (DML) – não há data prevista para liberação do laudo –, e Alves prestou depoimento ao delegado de plantão na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Agis Macedo.
Segundo a Polícia Civil, se for constatado que houve crime, o caso será investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida, da Serra.
Marcos Santana será sepultado em Itapetinga (BA), onde reside sua mãe e dois dos seus cinco irmãos.
Outro lado  - Médico não foi localizado
O médico José Raft, que assina o laudo da endoscopia realizada em Marcos Moreira Santana, ontem, no Centro Clínico Laranjeiras, na Serra, foi procurado por A GAZETA por meio de ligações e envio de mensagem telefônicas, mas não foi localizado. O telefone da clínica também não atendeu.
Como foi feito o exame de Endoscopia
Medicação
Para ser submetido à endoscopia, Marcos recebeu Midazolam e Fentanil, e sua sedação foi monitorada por oximetria (exame que mede a quantidade de oxigênio no sangue).
Laudo Diagnóstico
No laudo, consta que Marcos estava com esofagite edematosa severa de refluxo
Choque
Admitindo que ainda não havia absorvido a notícia sobre a morte do seu irmão, Carla Santana Alves disse que sua família vai aguardar o laudo do exame de necrópsia no corpo de Marcos para definir o que fará em relação à sua morte.
Como a senhora soube da morte do seu irmão?
Carla: Foi Genivaldo, meu marido, quem me ligou. Ele havia ido com o Marcos para a clínica, e aguardou a saída dele da sala de exame.
O que Genivaldo informou à senhora?
Carla: Ele estava desesperado com a situação. Dizia que o Marcos não estava bem. E, pelo telefone, eu ouvia meu irmão reclamando de dor.
Marcos estava bem, antes do exame?
Carla: Ele se queixava de dor de estômago. Por isso procurou um médico, que recomendou a endoscopia. Há mais ou menos três anos ele sentiu a mesma dor e fez uma endoscopia. Na época, tratou a bactéria com remédio.
O que acha que causou a morte dele?
Carla: Vamos esperar o laudo do DML para saber o que houve. Aí vamos tomar as providências. Falaram em enfarte. Meu pai enfartou há 15 anos, mas Marcos estava bem.

Genivaldo Alves, marido de Carla Moreira Santana, irmã de Marcos Moreira Santana, que morreu após fazer uma endoscopia no Centro Clínico de Laranjeiras
Foi Genivaldo Alves quem acompanhou Marcos Santana ao exame de endoscopia digestiva, e foi ele que assistiu a cena da morte do cunhado. Para Genivaldo, houve falha nos primeiros socorros do eletrotécnico.
Como Marcos reagiu após a endoscopia?
Genivaldo: Dez minutos após o exame ele começou a reclamar de mal-estar e dor no peito. Mas a enfermeira e, depois, o próprio médico, diziam que aquilo era normal.
O que Marcos dizia?
Genivaldo: Ele pedia remédio para dor, e o médico lhe pedia calma. Marcos enfiou o dedo na garganta, porque sentia vontade de vomitar. E suava muito. Botaram soro, depois um aparelho na garganta dele, outro no dedo. Aí, chamaram o Samu.
A ambulância demorou?
Genivaldo: Uma pessoa da equipe disse que chegou lá em sete minutos.
Faltou socorro adequado?
Genivaldo: Na clínica? Sim. O médico dizia que o vômito e a dor eram normais.

5 comentários:

  1. Lamentavel uma sintuação desta , o mais triste que depois disto tudo a vida de Marcos nao voltara mais , espero que tudo isso seje investigado e que tudo se resolva , MARCOS vc sera lembrado como uma pessoa muito querida e alegre , vá em paz amigo e que DEUS possa confortar sua familia e amigos...

    ResponderExcluir
  2. Triste. nao conheco mas fiquei muito triste que deus abencoa.. foi trabalhar longe da familia e amigos e infelismente isto que deus conforte a familia

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito mais num problema congenito e hereditario. O pai dele, Borge morreu assim tbm de um mal subito. Duvido que médico tivesse sabendo desse histórico de família.Dr. Arnaldo Teixeira morreu tbm dentro de um hospital dentro de um centro cirurgico. Quero dizer que quando o mal é mortal não da para se acusar médico de negligente .

    ResponderExcluir
  4. Pêsames a família enlutada, é triste e lamentável o ocorrido, mas isto serve de informação e conhecimento para muitos que criticam o atendimento só dos hospitais em Itapetinga e região.

    ResponderExcluir
  5. Amigo camarada Deus conforte a família e Carla só justiça pois ele tinha filhos....arcade250....

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK