CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

DISK GÁS: 77-98119-1906 (FONE/ZAP)

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

GOVERNO TUCANO TAMBÉM IMPORTOU MÉDICOS DE CUBA - AGORA NA OPOSIÇÃO, POLÍTICOS CRITICAM PT.

BAHIA NOTICIAS - Apesar das críticas de boa parte dos tucanos – e da oposição em geral –, a decisão do governo federal de importar médicos estrangeiros, em especial de Cuba, não é nova e já foi usada no Brasil por gestores do PSDB. Ainda em 1999, quando Fernando Henrique Cardoso (PSDB) era presidente da República, pelo menos quatro estados trouxeram cubanos para trabalhar em unidades de saúde. O motivo alegado foi o mesmo da presidente Dilma Rousseff (PT), de que os locais não funcionavam por falta de profissionais. Agora, deputados federais como Vaz de Lima (SP) e Raimundo Gomes de Matos
(CE), ambos do PSDB, classificaram o programa Mais Médicos como irresponsável e eleitoreiro. Quem também adotou este tom foi o deputado federal Jutahy Jr. (PSDB-BA), que ainda rotulou a medida como “indigna, indecorosa e irresponsável”. No entanto, o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla (PT), lembrou ao adversário que a prática nasceu no ninho tucano. “Acho que a memória do deputado Jutahy está precisando de uma recuperação. Quem primeiro contratou médicos cubanos para trabalhar no Brasil foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, quando José Serra – muito amigo por sinal do deputado – era ministro da Saúde. A memória dele se apagou ou ele está fazendo uma acusação muito grande contra a presidente Dilma e Serra, que era o candidato dele à presidência da República, e também a FHC”, ironizou. Durante a gestão FHC-Serra, pelo menos quatro estado brasileiros importaram médicos cubanos, como mostrou inclusive uma reportagem da Veja elogiando a decisão. Por sinal, o estado que mais importou cubanos foi Tocantins, então governado por Siqueira Campos (PSDB).
“Naquela ocasião ocorreram projetos de menor monta, isolados em pequenos municípios, o maior foi no estado de Tocantins, que tinha cerca de 200 cubanos trabalhando”, recordou Solla. Acre, Roraima e Pernambuco também adotaram a prática. No entanto, o programa da gestão PSDB foi encerrado por uma decisão judicial, pois os governos pagavam diretamente ao Estado cubano o salário dos médicos, que era repassado – como irá acontecer no atual Mais Médicos – para os profissionais, modelo alvo de críticas de Jutahy durante sessão na Câmara dos Deputados, na última segunda-feira (26). “A segunda ilegalidade diz respeito às restrições que lhe serão impostas por exigência do governo cubano. Seus passaportes serão retidos e o Brasil não poderá lhes conceder asilo. Se pedirem asilo político, os médicos serão mandados de volta a Cuba e sabe-se lá como serão recebidos”, questionou. No entanto, o secretário de Saúde da Bahia rebateu as acusações. Jutahy, a diferença entre o que o seu amigo fez e o que a presidente Dilma está fazendo é, de um lado, o tamanho do projeto, que não é um projetinho pequeno, isolado e limitado. Hoje é um projeto de uma política pública para ajudar a resolver o acesso da população excluída à saúde. E a outra é que é mais legal. Enquanto no governo Fernando Henrique Cardoso fizeram de uma forma juridicamente inadequada, tanto que foi derrubado na Justiça, no governo atual está sendo feito com uma organização internacional [Organização Pan-Americana de Saúde] e todas as ações que as associações têm entrado na Justiça não têm tido ganho de causa. Esses profissionais vão ter total liberdade de se deslocar no território nacional, só não vão poder atuar como médicos em qualquer local de trabalho. Atuação profissional é que vai ser restrita à rede de atenção básica à saúde, conforme o contrato, pontuou Solla, que lembrou o fato de tal prática ser adotada por empreiteiras que trazem engenheiros para obras “dentro do território nacional, com uma autorização exclusiva apenas para aquela atividade”
Em Salvador, estão sendo treinados para começar a trabalhar em 22 cidades baianas – incluindo a capital – 50 médicos cubanos e 16 de outros países, como Portugal, Espanha, México, Peru e Suíça. O Bahia Notícias tentou entrar em contato com o deputado Jutahy Jr., mas não obteve sucesso.

14 comentários:

  1. Não generalizando mas sou perfeitamente a favor da vinda desses médicos pois o Brasil esta cheio de mercenários que se formam em medicina visando somente o status social,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe quanto custa fazer faculdade de medicina no Brasil, quanto custo um livro, qual é a despesa mensal de estudante de medicina no Brasil? Se sabe dever saber porque é tão difícil um pobre fazer madicina....

      Excluir
    2. sim mas antes de começar uma faculdade avaliamos todos os gastos,e se escolheu medicina e porque tem como pagar e gosta da profissão,ai depois que se forma quer cobrar de quem?de nós voce gastou mas e um profissional,que acha seu salario baixo,e nós que pagamos mas caro ainda muitas vezes com a própria vida para não sermos atendido nas horas que precisamos e pior continuamos sem ser um profissional ganhando um salario miseravel e nem por isso deixamos de trabalhar na casas de voces,porque um dia de falta e descontado no final do mes,o brasil so vai para frente quando um pensar e se colocar no lugar do proximo so assim as coisas melhoram mas enquanto ficar pensando no proprio umbigo o maximo que vamos alcançar e a miséria extrema para maioria,

      Excluir
  2. JÁ QUE O BRASIL IMPORTA QUASE TUDO MESMO, QUE VENHA OS CUBANOS, QUE SEJA EXPULSO OS MÉDICOS CORRUPTOS E VIVA O DESENVOLVIMENTO IMPOTENTE DO PAÍS.

    ResponderExcluir
  3. ACHO QUE O BRASIL, DEVIA IMPORTAR VERGONHA E O CÓDIGO CIVIL DE PAÍSES ESTRANGEIROS, COMO ESTADOS UNIDOS, CHINA, JAPÃO, COREIA, ETC.... AI SIM SERIA UMA IMPORTAÇÃO DE EXTREMA IMPORTÂNCIA PARA TODOS NÓS BRASILEIROS, E O FIM DOS LADRÕES DE COLARINHO BRANCO...E A BANDIDAGEM EXISTENTE NO GOVERNO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas isso não se importa não meu amigo se nasce com elas so que au longo da vida somos corrompidos por leis que não funcionam,veja voce se o seu patrão tem o"rabo preso"ele sabendo que voce sabe desse fato voce tem os mesmos diretos,porque se a sua casa cai a dele cai junto entende e meio que um predio onde so os corruptos se abrigam e se beneficiam
      esse e o brasil por isso que sempre vai ser sub mundo,porque so assim eles ganham mais.

      Excluir
  4. Estes médicos mercenários ficam ai criticando os estrangeiros, eles deveriam era cumprir a carga horária para a qual são contratados. Vai num posto de saúde (Itapetinga, Itambé, Ribeirão do Largo, Macarani, Itarantim etc) e veja quem cumpri as 40 horas que nós pagamos para eles prestarem um serviço de boa qualidade. Tem dia que chega a faltar em todas as unidades e ai o hospital não padece com gente nervosa querendo atendimento que devia ser feito no posto de saúde.

    ResponderExcluir
  5. Fato, concordo plenamente com este comentário que diz" esses médicos mercenários..."
    Certíssimo...

    ResponderExcluir
  6. sabe por que essas criticas porque agora eles tem concorrentes os medicos brasileiros trabalham por dinheiro e os cubanos trabalham por amar sua profissão
    ai fica esses bandos de vagabundos falando merda,porque o brasil não tinha necessidade de trazer medicos de cuba se os daqui trabalhassem com seriedade
    e não so marcasse presença para ter o abono no final do mes vamos ver o que eles vão fazer agora por que na luta da concorrência temos que mostrar que somos melhor "vender o peixe"e isso ai uma coisa sensata dilma fez nesse governo dela,mas tem muito o quê fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalham por amar a profissão???!!!!!!!......AHAHAHAH...garotinho inocente, juvenil, tô de bobeira não...volta pra escola vai...você, garotinho juvenil, criado a leite com pera, a pão com mortadela, a ovomaltiiiino, vai crescer vai.

      Excluir
  7. Viva os medicos cubanos, devem trabalhar com dignidade e respeito ao povo, ao contrário dos medicos brasileiros que parecem que são reis, mal-educados, mercenários e corruptos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viva os médicos cubanos...que trabalham a ferro e espora, pelo governo "liberal" de Cuba e que encontra simpatizantes sem nenhum censo crítico da realidade aqui no Brasil.

      Excluir
  8. QUE VENHA MESMO CUBANOS PRA TERMINAR DE MATAR ESSA DESGRAÇA DESSE POVO BURRO !!!

    ResponderExcluir
  9. MATÉRIA BURRA, A "IMPORTAÇÃO" DE MÉDICOS É BEM VINDA, O QUE É RECLAME PELA CLASSE E COM RAZÃO É A NÃO APLICAÇÃO DO REVALIDA, VÁRIOS MÉDICOS PERDEM NESSE EXAME E O GOVERNO BEM SABE QUE SE FOR APLICADO 70% DESSES MEDICOS IMPORTADOS NAO TERIA APROVAÇÃO NO MESMO !

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK