CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

DISK GÁS: 77-98119-1906 (FONE/ZAP)

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

ITABUNA: NÚMERO DE CRIMES ASSUSTA A BAHIA - 500 ASSASSINATOS EM 03 ANOS.


SOCIEDADE E AUTORIDADES DA CIDADE ORGANIZARAM O PLANO MUNICIPAL DE SEGURANÇA PUBLICA, COM O FIM DE COMBATER A VIOLÊNCIA NO MUNICÍPIO.
O diagnóstico da violência e criminalidade de Itabuna computou mais de 500 homicídios cometidos no município entre 2007 e 2010. De acordo com o estudo, 78% dos crimes foram praticados com o uso de arma de fogo, sendo que 93 % das vítimas são do sexo masculino, 80 % delas com idade entre 15 e 39 anos e 43 % com apenas um a três anos de escolaridade.
Os dados foram apresentados durante reunião Ordinária do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) da cidade, realizada na terça-feira (22). Representantes da sociedade organizada e autoridades locais assistiram a apresentação do diagnóstico e conheceram a proposta do Plano Municipal de Segurança Pública.
Foi constatado também no estudo, que os acidentes de trânsito correspondem à terceira maior causa de
mortes violentas em Itabuna, chegando ao total de 310 casos entre 2007 e 2010.

Plano e sugestões
No debate que se seguiu à apresentação do diagnóstico, foram discutidas sugestões de diversas entidades como, por exemplo, a instalação de espaços para recuperação de dependentes químicos, considerando que a maioria dos casos de roubos e homicídios deve-se ao uso de drogas, principalmente o crack. Moradores também sugerem a ampliação de projetos voltados para a inclusão social.
De acordo com o diretor do Programa de Segurança Pública Municipal (Prosem), Marcos Vinicius de Oliveira Júnior, o plano vai incorporar propostas de representantes da sociedade civil para sua consolidação e futura aplicação.
Ao receber o diagnóstico e a proposta do Plano Municipal de Segurança Pública, a promotora pública Renata Dacach indicou o estudo como o primeiro passo para conhecer o problema e buscar soluções.             
O trabalho tem relação com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e segundo o prefeito de Itabuna, Nilton Azevedo, não está somente atrelado à ação policial. “Nós interpretamos que o problema da violência não é resolvido somente com a ajuda de efetivos e viaturas, mas em através de um esforço conjunto da sociedade com o desenvolvimento de ações sociais e políticas públicas”, afirma.
A secretaria executiva do GGI – M, Luisa Padilha Leal, explica que o Plano Municipal de Segurança Pública foi elaborado a partir das prioridades identificadas no Diagnóstico da Violência e Criminalidade e será a principal ferramenta para o combate à violência nos próximos dois anos. Afirma que para que ele tenha o sucesso desejado é necessário que seja executado pelo Poder Municipal em suas diversas instâncias, em parceria com a sociedade civil e com os demais órgãos de segurança pública que atuam no município. A ideia é reduzir o crime e a violência e aumentar a segurança da população.

2 comentários:

  1. E o fim dos tempos e o comeso de uma nova Era..

    ResponderExcluir
  2. Itabuna é sem dúvida alguma uma das cidades mais violentas do Brasil.Acho lamentável uma cidade de porte médio ser tão baixo astral.É uma pena esta cidade...

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK