CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

domingo, 25 de setembro de 2011

NOSSAS CRIANÇAS ESTÃO PRESAS EM UMA JAULA CHAMADA "CASA".

PASSEI A MINHA JUVENTUDE NA CONCHA ACÚSTICA, HOJE OS NOSSOS FILHOS NÃO PODEM NEM MESMO BRINCAR NA PORTA DE CASA.
Por: Tiago Bottino J. Brige*
Era noite, e as horas iam passando, meia noite, uma hora, duas horas, três... Fazia frio, chuva, caia granizo, tempestades, policia... E a gente não arredava o pé do nosso porto, a Concha Acústica.
Os papos iam das músicas que ouviamos, até das teorias mais loucas e absurdas, de Freud ao Nazismo, de Nostradamus à Janis Joplin... Era um turbilhão de conceitos, conteúdos, culturas e ao mesmo tempo era um refrigério para nossa alma nos encontrar todas as noites e tecer os nossos velhos papos...
Cleber Carvalho, o CLEBÃO, era o maestro da Galera. Tinha teorias que fascinava a muitos, era a nossa alegria e ao mesmo tempo a nossa força. Lembro-me bem o nosso momento mais difícil, a morte, a triste e inesquecível morte de Renato Russo, nosso irmão mais velho. As lágrimas de muitos rolavam pelo chão e era difícil para todos nós não cairmos em prantos diante da morte do nosso maior ídolo.
Tínhamos o nosso XAMÃ, o nosso SÁBIO, o conselheiro, o pai da galera... Nerismar, Heavy, Sky, Saaghs...
Vários nomes que definiam uma única pessoa, um cara sobrenaturalmente fantástico, companheiro, fiel aos princípios básicos de uma amizade. O maior guitarrista da história de Itapetinga e que durante muito tempo foi o nosso maior conselheiro e um verdadeiro pai para todos.
DROGAS? Não sabíamos o que eram as drogas. Ouvíamos falar que fulano de tal usava maconha, e que sicrano tinha experimentado... Porém era uma coisa tão dissimulada e tão distante de nós que parecia uma coisa fantasiosa e irreal. A experiência de parte dos jovens da década de 80 ou mesmo 90 em Itapetinga se restringia ao Lança Perfume  e isso já era por demais desagradável.
Rodávamos a cidade inteira a pé, sem problemas... Sem assaltos, sem bandidos, sem medo... Na época apenas os ORIXÁS nos aterrorizava e isso nada tinha haver com ladrões ou mesmo bandidos, o medo era da própria estátua, ao qual constantemente se encontrava rodeada de despachos e macumbas dos filhos de santo.
UM TEMPO QUE PASSOU E O MEDO QUE REINA NA ATUALIDADE
Queria tanto que os meus filhos e os meus pequenos alunos pudessem viver um pouco como nós vivemos na nossa velha Itapetinga. Nós éramos verdadeiramente felizes, idealistas, sonhadores, apaixonados, sem medo.
Queria que eles pudessem ouvir as músicas que ouvimos, andar pelas ruas livremente, ter amigos para longas conversas e longos discursos, não se preocupar com drogas, com violência, com o sexo.
Tento comparar a minha infância e juventude de anos atrás com a dos nossos filhos nos dias atuais, estamos criando crianças enjauladas, trancadas por trás dos portões e das grades de nossas casas. Nós, pais, estamos com medo. Eu estou com medo!
Fico pensando o que será dessa cidade, desse país, daqui a alguns anos, o que será de nossos filhos, dos filhos de nossos amigos? Eles já não podem andar tranquilamente pelas ruas nos dias atuais, imaginem daqui a 10 ou 15 anos?
As drogas, a violência e outros grandes problemas (que muitos já não mais consideram como problemas) têm invadido as casas dos vizinhos, de conhecidos, familiares... E também bate na nossa porta, sem que percebamos alguém pode estar “nesse momento” tentando desviar a cabeça e destruir os sonhos de tudo o que mais amamos, os nossos filhos e parentes.
Passei minha juventude batendo papo em uma praça chamada CONCHA ACÚSTICA, muitos casais viravam a madrugada em muros ou em praças namorando, muitos meninos passavam as tardes e as noites jogando pião, brincando de esconde-esconde, amarelinha ou mesmo de pega-pega, esse foi o nosso passado, e temos muito orgulho de termos essas lembranças. Porém, infelizmente, essa geração e a próxima não poderá experimentar essa sensação que vivemos, dificilmente poderão ter a liberdade e os sonhos que tivemos.
Estamos criando os nossos filhos em uma jaula, e a chamamos de “Casa”. Estamos enjaulados, todos, reféns da violência e das drogas, causadas principalmente por um estado inoperante, incompetente e criminoso, de políticos e autoridades mesquinhas, egoístas, insensíveis e omissos. Essa prisão em que estamos colocando nossos filhos tem que acabar, temos que acordar e nos revoltar contra isso, não podemos continuar sendo reféns e vítimas da criminalidade.
Não podemos aceitar que as coisas caminhem dessa forma no país. Todas as crianças têm que ter o direito de brincar como eu brinquei, de ser inocente, de ser protegida, de ficar em praças, em jardins... Sem medo!
Tiago Bottino J. Brige
Diretor do Itapetinga Agora.Com
Pedagogo/Uesb
e-mail/msn: itapetingaagora@hotmail.com

22 comentários:

  1. Um tempo maravilhoso que infelismente não volta,hoje minha filha mais velha pede pra ir na concha durante o dia e eu não deixo.naquela epoca ficavamos ouvindo Clebão tocar violão e otempo passava e nem davamos conta pois a tranquilidade reinava em nossa cidade bons tempos,eu tive previlegio abraços a todos amigos daquela epoca da concha...

    ResponderExcluir
  2. Nerismar onde andas?
    sinto saudade daquela epoca.

    ResponderExcluir
  3. Emocionante esse texto Tiago, também sinto saudades de minha adolescência, todo dia a gente vê meninos e meninas usando drogas, coisa que a gnte não via antigamente.
    Bjs para todos os nosso amigos que ficavam na concha, na bela vista, na monte castelo e na dairy walley. Saudades de todos.

    ResponderExcluir
  4. é verdade que heavy morreu?

    ResponderExcluir
  5. parabéns por este texto vc falo tudo parabéns mesmo thiago.....

    ResponderExcluir
  6. tenho 17 anos e sinto falta de ter "momentos entre amigos" para mim lembrar mais tarde, pois tenho medo de sair de casa e não só de perder o celular ou camera mais sim de perder minha vida.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Botino pelo texto,
    Realmente emocionante.
    Infelizmente os tempos são outros...

    Abração.

    ResponderExcluir
  8. tenho 19 anos, e graças a Deus tive a oportunidade de curtir uma bela infância, poder brincar de bola nas pracinhas , peão , esconde-esconde, soltar pipa e poder sair na rua a noite sem me preucupar.. mas hoje as coisas estão bem diferentes. infelizmente.. a sociedade tem que se mobilizar , pois as autoridades competentes parecem nao querer se comprometer com a segurança da sociedade

    ResponderExcluir
  9. a minha infancia foi nas velhas cabanas de nanico com era bom todos finas de semama

    ResponderExcluir
  10. não seria james joplin

    ResponderExcluir
  11. Caríssimo Thiago,
    O seu texto, além de muito bonito, me emocionou muito.
    Fiz faculdade em Itapetinga e AMO a cidade!!!
    Já faz muito tempo!
    Iniciei a faculdade em 1994.
    Acredito que você fosse adolescente, naquela época.
    Eu morava num pensionato próximo à Conha Acústica.
    Quando estava voltando pro pensionatoo , vindo da casa de algum colega, estudando, ou de alguma farrinha entre colegas, realmente via um grupo de jovens na Conha.
    Sempre tinha alguém com um violão.
    Confesso que várias vezes tive vontade de parar e fazer amizade com a turma.
    Mas como, além de ser um pouco mais velho que vocês, sou também um sujeito muito tímido, nunca fiz amizade com vocês, aquele grupo de jovens.
    Sabe Thiago, sou muito saudosista.....
    Entendo perfeitamente a saudade que você e seus amigos sentem daquela época.
    Um detalhe: o primeiro beijo que dei na primeira namorada que tive em Itapetinga (Geisa), foi lá na Conha, perto da biblioteca, num dia de semana, em torno da 21:00 hs, ao som de uma música da Legião Urbana, que certamente eram você e seus amigos tocando, lá na arquibancada da Conha......
    Bons tempos!!!!!
    Forte abraço pra você e para todos que você ama!
    DEUS queira que os bons tempos de segurança voltem ao nosso país!!!
    Inté!!!

    ResponderExcluir
  12. tiago,vc que gosta de bocar a boca no trobone, coloque ai por favor.
    A sujeira que o circo deixou lá na lagoa,até hoje nao limparam, e mais ontem teve um desfile ali na ilha da lagoadas lojas flor de jan e cravo e canela, e a organização se preocupou ocm tudo menos em recolher o lixo.deixado em uma caixa de papelão lá, cheia de garrafas de refrigerante,e muito lixo. os malandros estavam pegando e jogando na lagoa.
    Vá logo lá amanhã por favor.

    ResponderExcluir
  13. valeu Tiagonao so dessa epoca mas percebi que nos utimos 10 anos ficamos refens

    ResponderExcluir
  14. É UMA VERDADE DOLOROSA,THIAGO!SINTO SAUDADES DAQUELE TEMPO

    ResponderExcluir
  15. parabéns tiago. nos conhecemos muito pouco mas vivemos epoca boa em nossa cidade,bemlembrado sobre a concha momentos bons vivemos ali quando ate parecia que era festa nos sabados quando os jovens e adolescente se encontrava por ali sem ter medo algum, que historia maravilhosas as pessoas tem deste lugar pois foi ali que aconteceu o meu primeiro beijo. quanto jovens e adolescente tera o privilegio de viver o que nos vivemos. é uma pena não podermos falar muito do que vivemos em itapetinga em outra epoca pois o espaço seria curto. quando puder fale algo sobre os colegio de itapetinga que tambem nos traz boas recordções, no meu caso o industrial, mas tambem poli e dutra e os outros.

    ResponderExcluir
  16. Parabéns, esse texto fez com que me relembrasse da minha adolescência na Dairy Wallei, lá eu passei grande parte da minha infância e adolescência. Saudades.

    ResponderExcluir
  17. Olá Thiago, fiquei emocionada com este comentario hoje eu vivo em outro estado mas acompanho as noticias de Itapetinga diariamente... Fico muito triste em ver tantas desgraças acontecendo, mas me orgulho muito em ser Itapetinguense... é muito triste a realidadede de Itapetinga ...Sem falar nas alegres gincannas ealizadas nas escolas em especial a Escola Polivalente que amimava e contagiava todos os jovens, o show de calouros, iamos na missa e esticava um pouco na concha acustica era muito legal, o coral da professora leniza, são lembranças que tenho ate hoje ...
    Parabéns Tiago!!!

    ResponderExcluir
  18. Oh THIAGO,boas lembranças...tb fiz parte da galera da concha.Os melhores momentos da minha adolescência passei ao lado de pessoas especiais como vc,Eugênio,Clebão,Alex,Chicão,Vieira,Paulo Henrique,Valzinho,Cal,Fabão e tantos outros mais.

    ResponderExcluir
  19. PO CARA E ISSO MESMO...NOSSOS FILHOS NEM NA ESCOLA MAIS ESTAO SEGUROS,TEM TANTA GENTE RUIM NAS RUAS,NOIS PAIS DE FAMILIA TEMOS DE NOS UNIR,E VAMOS NOS UNIR RADICALMENTE CONTRA TRAFICO NA PORTA DAS ESCOLAS PUBLICAS..ESTAMOS DE OLHO NELES..E VAMOS TER Q PEGAR PESADO CONTRA ELES,,SO O PODER PUBLICO NAP ESTA ADIANTANDO...PAIS DE FILHOS DE ESCOLA PUBLICA...

    ResponderExcluir
  20. Pô Tiago q bom vc relembrar essa galera massa de grande conteúdo intelectual, CLEBÃO por onde vc anda meu ??? saudades de todos e tudo ... legio omnia vincit !!!

    ResponderExcluir
  21. Carlos do comentario acima foi meu professor do Dutra nessa época juntamente com sua namorada Geise tambem professora, eram estagiários da UESB, eu me lembro, eles moram na região de Itanhém-Ba

    Vlw professor Carlos

    ResponderExcluir
  22. Participei algumas vezes dessas rodinhas na Concha Acústica, Lugar maravilhoso, Clebão Virou uma lenda viva, tinha uma irmã novinha e lindinha, e agente enchia o saco dele com isso. Você esqueceu de citar o Grande Piquê da Úrbis, figura incomparável, totalmente cômico, um humorista de primeira. E muitas outros que nem lembro mais, pois faz bastante tempo.
    Hoje mora aqui do lado, em Itororó, e recordei tudo com seu texto, senti saudades, vontade de voltar a esse tempo, alguém tem que fazer uma "maquina do tempo". Lembrar do que foi bom, é ótimo, mas tropeçaria nas mesmas pedras do caminho.
    Um grande abraço velho Thiago.

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK