CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DA AZALÉIA

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

CRIME MÉDICO: MÉDICOS BRIGAM NA SALA DE CIRURGIA E DEIXAM BEBÊ MORRER NO PARTO.

ERROS MÉDICOS JÁ SE TORNARAM CORRIQUEIROS NO BRASIL. ELES SE SENTEM SEMI DEUSES, CONTROLADORES DA VIDA E DA MORTE. O POBRE, ATENDIDO PELO SUS, PREFERENCIALMENTE, FICA COM A 2ª OPÇÃO NOS HOSPITAIS DO BRASIL.
"EU AINDA PEDIA MISERICÓRDIA..." DISSE O PAI DA CRIANÇA.
O fato aconteceu na última terça-feira (23), quando Gislaine de Matos Rodrigues, de 32 anos, grávida de nove meses, foi até o hospital e procurou assistência médica para ter a criança. Dentro da sala de parto, já com os procedimentos sendo feitos, os médicos Orozimbo Ruela de Oliveira, de 49 anos e Sinomar Ricardo, de 68 anos se desentenderam e iniciaram uma agressão mútua com direitos a chutes, murros e pontapés.
O pai da criança, Gilberto de Melo Cabreira, de 32 anos, registrou um boletim de ocorrência. O atestado de óbito da criança conforme divulgado pela prefeitura do município, indica que a ela morreu por conta de “sofrimento fetal e anoxia”, ou seja, falta de oxigenação, decorrente de demora ou complicação no parto. A Polícia Civil investiga o caso para punir os culpados.
Nesta quinta-feira (25), o pai da criança conversou com a produção da TV MS Record e relatou o fato. Durante a conversa, Cabreira disse que a mulher, assustada com a cena, disse para o marido que não queria mais fazer um parto normal e pediu ajuda aos médicos que brigavam:
- Minha esposa assistiu tudo. Como já estava coroando [com a cabeça já aparecendo], a criança voltou para dentro com todo aquele nervosismo. Ela [Gislaine] pedindo “Pelo amor de Deus doutores, me ajudem, vocês tem que se unir”.
O pai da criança disse que outro médico apareceu para fazer o parto uma hora e meia depois da confusão. - Ela nasceu roxa. Eu fiquei perplexo quando eu vi minha filha morta no colo da enfermeira. Eu ainda pedi misericórdia para aqueles médicos. Então, o que eu quero é justiça. Nada mais que isso.
A mãe da criança, que está sendo acompanhada por médicos do Hospital Municipal de Ivinhema, e também psicólogos, disse estar “arrasada”.
- Vi os dois médicos trocando tapas, enquanto estava sem forças até para gritar de dor que sentia no corpo e na alma. Pensei que ia morrer, mas sentia minha filha tentando nascer. Agora eu espero que o culpado pague o que fez. Minha filha nasceu morta por culpa deles, isso está escrito no atestado de óbito.
Os médicos foram demitidos pela Prefeitura de Ivinhema e o CRM (Conselho Regional de Medicina) de Mato Grosso do Sul informou que foi instaurado uma sindicância para apurar exatamente o que aconteceu.
O conselho irá ouvir os médicos acusados da morte do bebê e a mãe. O prazo para o resultado da conclusão do caso é de 60 dias. A direção do hospital não se manifestou oficialmente e aguarda a conclusão das investigações policiais e do Conselho Regional de Medicina.

Um comentário:

  1. Estou enviando este educational video a voces como uma alerta da covardia dos medicos da Kaiser Permanente

    daqui dos USA.

    Kaiser Permanente, como poderao ver tem afiliacoes com entidades medicas do Brasil que ciudam de millions

    de Brasileiros.

    Protejam-se.

    Jupirena Stein

    clicar aqui ==>>

    ou se preferem, por favor, "copy and paste" o titulo ao Google.

    YouTube - Kaiser Permanente Crimes and the World - Portuguese‏

    www.youtube.com/watch?v=oC8-r3TOe1M4 min - May 9, 2011 - Uploaded by 1sarahsarai
    Kaiser Permanente Crimes and the World - Portuguese ... Added to queue Kaiser Permanente Crimes and their attempts to ...

    ResponderExcluir

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK